Vídeo: fardados, PMs do DF largam patrulhamento e caem na pegação

 


Imagens obtidas com exclusividade pelo Metrópoles mostram dois integrantes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), fardados e em horário de trabalho, desfrutando de momentos de intimidade com mulheres, na saída de uma balada, na madrugada do último dia 31.

“Lamentável”, diz comandante sobre PMs em serviço que beijaram jovens

As cenas foram registradas no Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte (SAAN). Enquanto um PM beija uma das jovens, seu parceiro de farda beija o pescoço de outra sem se intimidar com a presença de populares que passavam pela região.

O flagra foi registrado por volta das 4h30, um pouco depois de eles terem chegado em uma viatura para acompanhar a movimentação no fim da balada. Em certo momento, um grupo se aproxima dos PMs, oferece um cigarro, e ambos começam a fumar.

Minutos depois, duas mulheres se juntam ao grupo. Ato contínuo, um dos PMs vai com uma delas para perto dos carros e começa a beijá-la. O clima esquenta e o casal procura um lugar mais reservado.

Atrás de uma pilastra, os beijos continuam e, sem notar a presença de câmeras, o militar começa a beijar a mulher abaixo do pescoço. A cena pode ser observada a partir do minuto 2:44 do vídeo acima. A poucos metros, o segundo PM também começa a beijar uma jovem e se junta ao primeiro casal.

 Confira, abaixo, as fotos e o vídeo do momento íntimo:

1/7

Em seguida, o quarteto vai para atrás de um bloco residencial e continua com a troca de carícias. São quase 20 minutos de beijos e abraços.

O que diz a PMDF

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar do Distrito Federal informou que o fato será apurado e instaurado o devido processo legal aos policiais envolvidos. “Ressaltamos que a PMDF não coaduna com nenhum tipo de desvio de conduta de seus policiais”, informou, em nota.

PMs transportam prostitutas em viaturas

Em julho de 2019, o Metrópoles revelou um caso semelhante, em que os policiais militares aproveitavam o momento de serviço para satisfação pessoal. Na ocasião, fardados, eles transportavam prostitutas em viaturas, no Alfa Pub, no Setor Hoteleiro Sul.

À época, ao longo de quatro meses, a reportagem acompanhou a relação próxima entre policiais, proprietários de uma casa noturna, funcionários e mulheres que ganham a vida com o sexo. Durante as campanas, foi constatado que, semanalmente, grupos de PMs frequentavam o estabelecimento. Alguns, inclusive, chegavam a passar até três horas dentro do prédio.


Fonte: metropoles

Postar um comentário

0 Comentários