Secretário diz que implantação de novo Centro Atacadista não custará nada aos cofres do município

 


O secretário de Planejamento do município de Feira de Santana, Carlos Brito, afirmou na quinta-feira (6), em entrevista ao Acorda Cidade, que a prefeitura não irá investir ‘absolutamente nada’ no projeto de implantação e construção do novo Centro de Abastecimento Atacadista.


De acordo com Brito, a manifestação de interesse das empresas e apresentação dos projetos será por conta e risco dos proponentes, inclusive todos os investimentos.

O chamamento público para empresas que desejem investir na instalação do centro foi publicado dia 7 de dezembro do ano passado. O Conselho Gestor do Programa de Parcerias Público-Privadas do Município abriu a concorrência porque uma empresa, a Trade Holding Ltda., já manifestou interesse em realizar a obra (relembre aqui).

“A prefeitura não irá entrar com absolutamente nada. Não é trabalho gratuito, é investimento de negócios. Foi publicado no dia 7 de dezembro para que outros grupos empresariais possam manifestar interesse em apresentar projetos. Depois do dia 7, eles têm 60 dias para apresentar os projetos. Terão que apresentar projetos de viabilidade econômica, provando algebricamente que é viável a proposta que eles estão apresentando. A partir daí, o comitê de PPP analisa e emite um parecer. Se tiver outro grupo dizendo eu quero, ele terá também igual prazo para apresentar os estudos. O comitê vai analisar a melhor proposta para a comunidade. Quem oferecer uma condição de gerar emprego, renda, impostos, é efetivamente a que será escolhida. E o comitê irá submeter ao prefeito para decisão”, esclareceu Brito.

Postar um comentário

0 Comentários