Reentrada de satélite soviético na atmosfera é observada no Sul do Brasil

 

Moradores do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul puderam avistar a reentrada do Cosmos 1437 na atmosfera

Moradores de regiões do Paraná, de Santa Catarina e Rio Grande do Sul puderam observar a reentrada de um satélite soviético na atmosfera na noite desta segunda-feira (3).

Por volta das 21h, uma pequena bola iluminada cruzou o céu, e foi registrada pelas câmeras da estação de monitoramento de Monte Castelo. Ela se tratava do satélite Cosmos 1437, que reentrou a atmosfera terrestre após 38 anos em órbita.

A Rede Brasileira de Observação de Meteoros (Bramon) identificou o objeto a partir de previsões já feitas com a observação da deterioração da órbita do satélite, e a organização Aerospace, especializada em ciência e engenharia espacial, registrou a reentrada e a trajetória do veículo.

Alguns usuários de redes sociais registraram o momento e fizeram palpites, alguns acreditando que se tratava de mais um avistamento dos satélites Starlink, da empresa Space X.

O Cosmos 1437 (de código NORAD13770), foi lançado em 20 de janeiro de 1983 em um foguete Vostok-2M, no Cosmódramo de Plesetsk, na antiga União Soviética.

O equipamento não representa nenhum risco à região, pois a maior parte dos detritos vaporizaram durante a reentrada, e as maiores partes, provavelmente caíram no oceano. O satélite pode ser classificado como “lixo espacial”, peças lançadas à órbita que voltam à terra ao final da sua vida útil.

*Sob supervisão

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários