Feira pode ganhar programa para fortalecer atendimento às mulheres e crianças

 

Cuida Mais Brasil possibilita a inclusão de ginecologistas, pediatras e obstetras nas unidades de saúde

Para garantir mais acesso e cuidado às mulheres e crianças atendidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a Prefeitura de Feira de Santana vai solicitar ao Ministério da Saúde a participação no programa Cuida Mais Brasil, lançado nesta quinta-feira, 6, que tem o objetivo de fortalecer o atendimento materno-infantil.

O projeto do Governo Federal reforça a assistência com inclusão de médicos pediatras, ginecologistas e obstetras na Atenção Primária à Saúde e prevê o repasse de verbas aos municípios participantes. No primeiro ano do programa, o valor destinado é de R$194 milhões.

Na avaliação do secretário municipal de Saúde, Marcelo Britto, o programa irá ampliar ainda mais os serviços materno-infantil no município. "É um projeto que vai beneficiar toda a rede da Atenção Primária e disponibilizar um atendimento de qualidade para as gestantes e crianças, de acordo com os critérios prioritários do SUS", afirma.

AMBULATÓRIO ESPECIALIZADO À SAÚDE DA MULHER

É importante destacar, que Feira de Santana vem ampliando os serviços de promoção à saúde da mulher. Em junho do ano passado, o Governo Municipal inaugurou o Centro Ambulatorial Dr. Osvaldo Monteiro Pirajá, vinculado à Policlínica do bairro Tomba, que oferece atendimento especializado para o público feminino.

Na unidade são realizadas consultas e exames. Entre os mais procurados, estão: consultas ginecológicas, obstetrícia de Alto Risco e preventivos.

O fluxo de atendimento é feito por agendamento e as pacientes são encaminhadas pelas unidades de saúde dos bairros - via Central Municipal de Regulação.

A unidade conta com uma equipe multiprofissional que atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. Mais de 150 pessoas são atendidas diariamente.


Postar um comentário

0 Comentários