Em Feira, 33 pacientes aguardam por regulação

 

São em média 4 a 35 dias para ocorrer a transferência

Em Feira de Santana 33 pacientes estão acomodados em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Policlínicas, nesta terça-feira, 11, esperando a transferência para uma unidade hospitalar. As vagas são disponibilizadas pelo Sistema de Regulação do Governo do Estado.

 

Aos 71 anos, a paciente M. G. O espera por uma vaga há 11 dias para tratar uma pneumonia. Outro paciente, A. R. N. aguarda há oito, com quadro de colecistite - inflamação na vesícula biliar. 

Dos 33 pacientes, 11 estão na UPA Mangabeira, 7 na UPA Queimadinha, 9 nas Policlínicas de Humildes, George Américo e Feira X - sendo três em cada unidade. Outros 4 na Policlínica do Parque Ipê e 2 na Rua Nova.

Segundo a coordenadora das Policlínicas e UPAs da Secretaria Municipal de Saúde, Vera Lúcia Galindo, são em média 4 a 35 dias para conseguir a transferência e quando se trata de saúde, cada minuto é valioso para manter a vida

A demora para a transferência sobrecarrega o sistema de saúde municipal, fazendo com que as unidades fiquem lotadas. Ainda expõe os pacientes a uma espera exaustiva por tratamento adequado. 

REGULAÇÃO ESTADUAL

O Sistema de Regulação Estadual é uma ferramenta do Governo do Estado que disponibiliza vagas em unidades públicas hospitalares conforme critério de gravidade e não proximidade, visando a democratização do acesso.

Para isso, o paciente atendido em uma unidade de urgência e emergência é avaliado e submetido a exames laboratoriais ou de imagem, de acordo com as condições clínicas. Se comprovada a necessidade de assistência hospitalar, os profissionais da unidade solicitam a regulação no sistema, para que o paciente tenha a assistência adequada.



Postar um comentário

0 Comentários