Emendas podem prejudicar infraestrutura, Procon e campanhas de saúde e social

 

As emendas ainda retiram dinheiro para manutenção de praças, campos e quadras

Emendas ao projeto de Orçamento Municipal para 2022, apresentadas por vereadores de oposição, vão criar dificuldades principalmente para a Prefeitura Municipal cuidar da manutenção da cidade. O Gabinete do Prefeito corre o risco de ter a verba reduzida em R$ 15 milhões, o que atinge em cheio a Superintendência de Obras e Manutenção (Soma) e o Procon, órgãos atrelados ao orçamento do Gabinete.

Nesta segunda (20), pela manhã, vereadores da base governista manifestaram essa preocupação ao prefeito Colbert Martins, numa reunião. Eles detalharam todas as emendas e os possíveis prejuízos para a população, salientando que o povo vai sofrer muito as consequências e lembrando que isso não acontece no orçamento do Governo do Estado

A Soma, como o nome já diz, é fundamental para a manutenção da cidade e da zona rural. Todo o serviço constante de melhorias nas estradas do município, por exemplo, é feito por essa superintendência. Além disso, cuida da pavimentação na zona urbana e em sedes de distritos, sem falar em outras obras, como a construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Humildes.

Já o Procon tem conseguido resolver cerca de 40% das queixas apresentadas por consumidores em audiências de conciliação, por um período de no máximo 30 dias, o que evita que a pessoa lesada tenha que esperar por mais de dois meses por uma audiência no Juizado de Defesa do Consumidor.

As campanhas educativas de prevenção à saúde, principalmente, também serão muito comprometidas, porque há uma emenda que propõe uma redução drástica na verba da Secretaria de Comunicação Social. Isso prejudicaria também a necessária divulgação dos direitos da população em programas assistenciais da Secretaria de Desenvolvimento Social.

As emendas ainda retiram dinheiro para manutenção de praças, campos e quadras, que estão programadas para serem reformadas no próximo ano, quando os efeitos da pandemia da Covid-19 estarão diminuindo



Postar um comentário

0 Comentários