Toyota apresenta seu 1º carro 100% elétrico; conheça o novo modelo

 

SUV se chamará bZ4X e promete até 500 km de autonomia com auxílio de painel solar instalado no teto

Desde muito cedo, a Toyota apostou na eletrificação de seus carros, apresentando o híbrido Prius ainda 1997. Hoje, o modelo é um dos mais conhecidos – e econômicos – da marca, que expandiu esse tipo de propulsão para grande parte de sua linha, incluindo Corolla, Corolla Cross e RAV4 para ficar apenas nos modelos vendidos no Brasil.

A divisão brasileira da Toyota começou a desenvolver ainda em 2015 um sistema de propulsão híbrida que, no lugar do motor a combustão movido por gasolina, pode ser abastecido com etanol, combustível renovável.

A tecnologia passou a ser oferecida ao público em 2019 no Corolla e também é uma opção para quem deseja o SUV Corolla Cross. Segundo a empresa, a venda das versões híbridas flex já responde por cerca de 20% das vendas de ambos os carros.

Mesmo com seu protagonismo global em carros híbridos, a Toyota parecia relutante em entrar para o segmento dos veículos 100% elétricos.

Apesar de ter vários produtos mesclando um motor de combustão interna a um elétrico, em vários tamanhos e propostas diferentes ao redor do mundo, ela nunca havia lançado um modelo movido apenas pela energia elétrica armazenada em baterias. Agora isso mudou.

Toyota bZ4X

Nascido com um conceito apresentado na China no início de 2021, o Toyota bZ4X teve os primeiros detalhes revelados. Agora sabe-se que a novidade começará a chegar ao mercado norte-americano ainda em novembro, sendo esperado para dezembro na Europa e até o meio de 2022 para outros países, como o Japão e a China. Os preços devem ser confirmados apenas com o início da comercialização.

A Toyota divulgou alguns detalhes do bZ4X que até justificam tamanha espera para a empresa revelar seu primeiro elétrico. Primeiramente, seu nome: bZ é a nova família de elétricos da marca, chamada de Beyond Zero, e a empresa prometeu ao menos mais seis modelos dentro dessa linha até 2025. O 4X vem da possibilidade de o SUV contar com tração integral.

O bZ4X é o primeiro produto construído sobre a nova plataforma e-TNGA da empresa, derivada da TNGA encontrada no atual Corolla, mas foi adaptada para veículos 100% elétricos num desenvolvimento que foi feito em parceria entre a marca e a Subaru.

Não é a primeira vez que as duas se unem para um desenvolvimento em conjunto, uma vez que os pequenos esportivos Toyota 86 e Subaru BRZ são frutos do esforço em conjunto das marcas.

Indo para o carro em si, o Toyota bZ4X tem um porte muito similar ao de um RAV4 atual, mas seu visual é mais vincado e moderno, algo que a empresa batizou de “tubarão cabeça de martelo”, por conta das linhas mais achatadas na dianteira.

Toyota bZ4X / Divulgação

Ele tem 4,69 metros de comprimento, 1,86 m de largura, 1,65 m de altura e 2,85 m de entre-eixos. O peso na configuração de entrada é de 1.920 kg, contra 2.005 kg na mais completa.

E isso nos leva ao coração do carro. O Toyota bZ4X é alimentado por um conjunto de baterias de 71,4 kWh. O modelo tem um motor elétrico único no eixo dianteiro que entrega 150 kW (204 cv) de potência e 27,2 kgfm de torque. Segundo a marca, essa versão tem até 500 km de autonomia e consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 8,4 segundos.

A mais cara tem um segundo motor acoplado ao eixo traseiro. Além da tração integral, cada motor entrega 80 kW de potência, para um total de 160 kW (214 cv), além de 34,2 kgfm. A autonomia cai para 450 km, mas a aceleração é cumprida em 7,7 segundos. Ambos têm a velocidade máxima limitada a 160 km/h.

O conjunto é competitivo dentro do segmento de SUVs elétricos. Mas até aí, era a obrigação da Toyota entregar um modelo que estivesse a par dos rivais. No entanto, a marca de origem japonesa foi além, não só no visual externo.

Por dentro, a cabine tem elementos bem futuristas, como a opção de volante em forma de manche. Assim como nos aviões, a peça não está ligada fisicamente à caixa de direção, a operação é feita por fios, sensores e atuadores.

Divulgação

Para a comodidade do motorista, o carro traz um sistema que permite ao carro realizar manobras de estacionamento de forma autônoma, eliminando a necessidade de se fazer baliza.

O Toyota bZ4X também contará com o Toyota Safety Sense, conjunto de sistema de auxílio à condução que inclui equipamentos como frenagem autônoma de emergência e assistente de manutenção de faixa.

Outro destaque do novo SUV elétrico da Toyota é a adoção de um painel de captação de energia solar instalado no teto do bZ4X. A ideia não é inédita, sendo que o Nissan Leaf chegou a adotar algo parecido – em menor proporção – na primeira geração.

No SUV, a marca promete a capacidade de prover até 1.800 km de autonomia em uso típico anualmente (cerca de 12.000 km por ano). Isso é o equivalente a 4 recargas completas do modelo mais potente.

Enquanto os principais mercados globais receberão a novidade entre o final de 2021 e o início do ano que vem, o Brasil ainda deve demorar a receber o Toyota bZ4X, pois a demanda e a estrutura para carros elétricos ainda não está tão desenvolvida. Por aqui, a empresa deve seguir apostando na eletrificação de sua linha com modelos híbridos flex.

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários