Seguindo protocolos, Feira Night Run atraiu cerca de 800 corredores neste sábado (20)

 


Cerca de 800 corredores participaram na noite deste sábado (20) da Feira Night Run Análise, realizada na Avenida Noide Cerqueira, em Feira de Santana. O evento contou com provas de 5km e 10km divididas nas categorias feminino e masculino e também por faixa etária.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Para participarem da corrida este ano, todos os inscritos tiveram que comprovar que estavam vacinados contra a covid-19. E o uso de máscaras foi obrigatório dentro do local do evento.

Da cidade de Ipirá, o corredor Fernando da Conceição Lima, 31 anos, participou pela quarta vez da Feira Night Run e este ano foi o campeão do percurso de 5km na categoria dele.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“Estreei em 2016, fiquei em 12º. Em 2017, fui o quinto colocado e, em 2019, me machuquei. Voltei agora sendo campeão no percurso de 5km. É um evento que aprendi a amar e participar. Hoje vim lesionado, mas não pude ficar de fora. Deus me abençoou com o primeiro lugar, e sou grato sempre.”

O participante contou ainda que treina de maneira individual e sempre buscou manter o foco, acreditando que um dia o resultado viria.

“Sempre venho fazendo meus treinos de maneira individual, porque não tenho como participar de uma equipe por causa do trabalho. Mas sempre mantive o foco e acreditando que o resultado iria chegar. A expectativa este ano era grande, porque eu sabia que tinha outros adversários aqui hoje, que já ganharam de mim em outras oportunidades, mas hoje vim confiando em Deus que eu iria conseguir. Pratico atividade física há 10 anos e corrida há seis anos”, revelou.

Corredora amadora há 12 anos, Maria Santos de Jesus, 33 anos, passou um período sem participar de corridas e há dois anos retornou para as pistas. Hoje ela participou pela segunda vez da Feira Night Runa e alcançou o pódio como primeira colocada no percurso de 10 km da categoria feminina.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“É um evento maravilhoso. É a segunda vez que participo do evento. Na primeira vez fui campeã dos 5km e agora nos 10km. Moro em Feira, mas sou natural de Água Fria. Trabalho em uma clínica odontológica.”

Também morador de Feira de Santana, Givaldo Araújo Sena, 29 anos, já é um atleta profissional. Ele foi o 1º colocado do percurso de 10km na categoria masculina.

Foto: Ney Silva/ Acorda Cidade

“Aqui foi uma preparação para de amanhã à oito eu correr a Salvador 10 milhas, que eu sou bicampeão e vou, com fé em Deus, ganhar a terceira corrida na capital. A sensação é muito boa. É motivo de muita alegria, porque a gente treina muito, se esforça, e o atleta profissional, infelizmente, não tem apoio e patrocínio, mas a gente vai na garra e pelo amor.”

Ele afirmou ainda que realizou sua preparação em ladeiras, fez treinamento de tiro, e buscou muita hidratação na véspera da prova, além de seguir uma alimentação à risca.

Aos 64 anos, a corredora Rosália Matos comemorou o retorno da corrida de rua após passar ter ficado sem participar em virtude da pandemia da covid-19. Durante três anos ela participou da Feira Night Run, e a cada ano veio se superando e aumentando o seu percurso.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“No primeiro percurso comecei com 5km, depois passei pra 7km e agora faço 10km. Até 12km já corri. Mas hoje meu percurso foi 10km. Então estou contente, porque foram dois anos sem estar na pista correndo, só fazendo os meus trotes. E quando disseram que estava liberada a corrida, me emocionei na hora de pegar o kit”, disse.

Rosália Matos contou que consegue fazer o percurso de 10km em 1 hora e já ficou em terceiro lugar na Corrida do Fogo, que também é realizada em Feira de Santana.

Ela revelou também como é a sua rotina no dia a dia, para se manter em forma e saudável para participar das corridas.

“Minha alimentação é balanceada, faço atividade física, alongamentos, tenho esteira em casa, trampolim, corda e corro três vezes na semana. Treino às 5h, faço três ou quatro quilômetros, retorno para casa e vou trabalhar super leve. Eu sou apaixonada pela corrida. Um dos meus sonhos era participar de corridas de rua, mas eu não tinha condicionamento, então um colega me orientou a começar andando, depois aumentando para o trote. Fui ganhando gosto, adquirindo condicionamento e não parei mais.”

Protocolos sanitários

O organizador e idealizador da corrida, Humberto Cedraz Filho, ressaltou que a Feira Night Run Análise foi o primeiro evento esportivo a conseguir o ‘Permit’ na Bahia após a pandemia, e o Feira Night Alagoinhas foi o segundo a obter a permissão, tanto da Federação Bahia de Atletismo, quanto dos órgãos municipais e estaduais.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“A RG Mais foi a primeira empresa a conseguir a permissão, com todos os protocolos necessários, por questão de segurança, todo o aparato, para que a prova fosse desenvolvida com o máximo de segurança para todos os participantes. Que iriam correr, conseguimos autorização para 800 pessoas. E trabalhando tivemos conosco cerca de 250 pessoas. Só entraram vacinados e quem correu teve que mostrar a comprovação. O público que veio também teve que comprovar a vacinação, além do uso obrigatório de máscara, e demos álcool em gel e máscara também no kit”, informou o organizador.

De acordo com Humberto Filho, participaram atletas de diversas cidades da região, com grupos de Serrinha, Ipirá, Alagoinhas, Itaberaba, dentre outros cidades, além de corredores de Feira de Santana.

“É um trabalho imenso, já estávamos há seis meses tentando organizar esse evento. E a expectativa foi gigante, por termos ficado quase dois anos parados. Vimos as pessoas felizes por voltarem a correr novamente na rua, trabalhar com toda a equipe feliz por ter voltado ao trabalho. E no final foi uma grande festa. O que a gente fica mais feliz em promover esses eventos é ver as pessoas mudarem de vida por praticarem o esporte, buscarem qualidade de vida, pessoas que tiveram problemas e hoje estão recuperadas por causa da corrida, isso que nos deixa felizes e com mais vontade de promover esses eventos”, ressaltou.

Desde 2014 sendo realizada em Feira de Santana, a Feira Night Run foi suspensa em 2020 por conta da pandemia. O objetivo da prova, segundo Humberto Filho, é promover qualidade de vida ao público participante e dar oportunidade àqueles corredores que buscam se superar, bater recordes e alcançar o pódio.

“A gente tem vários eventos na cidade de corrida de rua e em cada evento a gente tenta fazer em dias e horários diferentes. A Feira Night Run sempre acontece à noite, tem uma característica mais de balada, com som, boate e DJ durante o percurso, para as pessoas ouvirem música. Então é uma grande festa essa corrida, não é só a questão do esporte, mas também o entretenimento, a diversão das pessoas.”

 

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários