Secretária da Saúde: Temos quantitativo para vacinar brasileiros com 2ª e 3ª doses

 

À CNN, Coordenadora do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina Covid-19 afirma que meta é imunizar mais de 90% da população.

CNN Brasil - O Ministério da Saúde anunciou que toda a população adulta, de 18 anos ou mais, que já tomou a segunda dose de AstraZeneca, Pfizer ou Coronavac, há pelo menos cinco meses, já pode tomar uma dose extra da vacina contra a Covid-19. Oito capitais já começaram a aplicar o reforço na população adulta.

A campanha de reforço ocorrerá concomitante a aplicação da segunda dose, visto que aproximadamente 40% dos brasileiros ainda não completaram a imunização. No entanto, a Secretário Municipal de Saúde do Rio de Janeiro disse que não há confirmação sobre novas entregas de doses para atender a demanda.

À CNN, a secretária-extraordinária da Covid-19 do Ministério da Saúde, Rosana Leite Melo, que é quem coordena o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, afirmou que “não está faltando imunizante no Brasil”.

“Não está faltando imunizante. Inclusive nós mandamos vacinas duas vezes por semana. Todas com critérios muito bem estabelecidos”, disse.

Rosana Leite disse, ainda, que qualquer estratégia adotada pela pasta está embasada em cálculos prévios que garantem o estoque e a distribuição para estados e municípios.

“Vale ressaltar que todas as medidas que nós tomamos é mediante planejamento. Nós fazemos as contas milimetricamente, então a população não precisa ficar preocupada. Em nenhum momento, quando as vacinas começaram a chegar, faltou imunizante por parte do Ministério da Saúde.”

Janssen

Também foi comunicado pelo ministério que todo cidadão brasileiro que recebeu a vacina da Janssen terá que tomar uma segunda dose. Até este momento, ele era o único imunizante considerado de dose única no país. Os Estados Unidos, sob recomendação da agência reguladora, Food and Drug Administration (FDA), já tinham começado a segunda aplicação da vacina da Janssen.

Sobre isso, Rosana recomenda que aguardem novas doses da Janssen chegarem ao Brasil para que recebam o mesmo imunizante.

“E qual é a nossa recomendação, hoje, no Ministério da Saúde? Que esta segunda dose da Janssen seja feita como imunizante Janssen. E nós temos imunizantes suficientes para imunizar aproximadamente 4,8 milhões de pessoas que já tomaram esta vacina. Vocês podem esperar. Até o final da primeira quinzena de dezembro estas doses já estarão disponíveis”, garante.


Produzido por Layane Serrano da CNN. em São Paulo

Postar um comentário

0 Comentários