Novembro Azul: secretaria reforça pedido para que homens façam exames de rotina

 


Durante todo o mês de novembro, a Secretaria de Saúde de Feira de Santana vem reforçando as ações em prol da saúde dos homens no município, por meio da campanha Novembro Azul. A população masculina que ainda não realizou os seus exames anuais de rotina podem se dirigir à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de residência para solicitar a realização destes procedimentos, sobretudo o exame de PSA, que é uma arma importante no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

De acordo com a coordenadora da referência técnica em saúde do homem, da Secretaria Municipal de Saúde, Isabela Machado, ao fazer o diagnóstico precoce, aumentam as chances de cura nos pacientes acometidos pela doença.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“O câncer de próstata surge nos homens com uma alteração da próstata. O diagnóstico precoce é muito importante para o tratamento inicial. Quanto mais cedo o câncer for descoberto há mais chances de cura. É feita uma biópsia, algum tratamento que não seja tão invasivo, que o paciente não precise passar por cirurgia, com radioterapia, quimioterapia, para que possa ter a cura”, destacou a enfermeira.

Ela destacou que o Novembro Azul é uma campanha voltada para o público masculino, com foco na prevenção do câncer de próstata. No entanto, o Ministério da Saúde tem preconizado que se trabalhe a prevenção também contra outros tipos de câncer, como o câncer de mama em homens.

“Muitas vezes os homens não têm o conhecimento que esse câncer pode vir a acometê-los, como também o câncer de pênis. E a gente tem focado durante todo o ano em trabalhar com a saúde do homem e no Novembro Azul a gente intensifica a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata. O PSA é um dos principais exames que são solicitados para descobrir alguma alteração na próstata, e caso esse exame se encontre alterado, o homem é encaminhado para o urologista, e é feito o exame de toque retal. Dando alteração nos dois exames, o paciente é encaminhado para fazer o tratamento que o médico preconize. São exames e tratamento gratuitos”, explicou.

Isabela Machado reforçou o pedido para que os homens procurem as unidades de saúde e solicitem do enfermeiro ou do médico uma guia para exame laboratorial de PSA.

“Com essa guia, ele pode se dirigir a qualquer laboratório conveniado ao SUS, em jejum. Tem algumas orientações que são dadas para a realização do exame, como evitar andar de bicicleta, de moto, ter relação sexual somente até 48 horas antes do exame. No laboratório, o homem vai fazer o PSA e quando ele pegar o resultado, volta na unidade para ser avaliado. Tendo alteração, de imediato é encaminhado para o urologista”, esclareceu sobre os procedimentos.

Ela salientou ainda que, durante todo o ano, os homens com idade entre 45 e 50 anos, que já tiveram casos de câncer na família, e os homens acima de 50 anos, podem se dirigir à unidade de saúde e podem solicitar do médico os exames.

“Solicito que o público masculino procure as unidades de saúde e que faça pelo menos uma vez no ano esses exames de rotina, não só o PSA, mas outros para diagnostiquem o mais brevemente possível outras doenças também.”

 

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários