Fronteira dos EUA com México é reaberta após 20 meses de interrupção

 

Tráfego foi menor que o esperado

Um tráfego menor do que o esperado foi registrado na fronteira entre México e Estados Unidos (EUA) nessa segunda-feira (8), quando foi reaberta a passagem para viagens não essenciais, após um fechamento de 20 meses devido à pandemia de covid-19. Muitos moradores permaneceram em casa para evitar possíveis situações caóticas.

 

Autoridades da cidade mexicana fronteiriça de Tijuana disseram que as pessoas evitaram a travessia, apesar da suspensão da maior parte das restrições ao longo da fronteira de 3.200 quilômetros, para não ficar presas no trânsito. 

"Na parte da manhã, não havia filas", disse a moradora de Tijuana Claudia Hernandez, enquanto se preparava para entrar nos EUA para fazer compras antes do feriado do Dia de Ação de Graças, na semana que vem. 

"Na semana que vem, veremos as filas gigantescas que sempre se formam".

Javier Delgado, uma autoridade de transportes de Tijuana, disse que há cerca de 35% menos trânsito do que era esperado na divisa da cidade com San Diego, uma das mais movimentadas do planeta.

No domingo, centenas de carros haviam formado filas que se estendiam por quilômetros desde Tijuana, alimentando temores de que a reabertura pudesse ser um problema. Mas o trânsito avançou de maneira constante.

Na mexicana Ciudad Juarez, que faz fronteira com El Paso, no Texas, cerca de 20 pessoas estavam na fila para atravessar, na manhã de ontem, a fim de visitar familiares do outro lado da fronteira. 

"Nós achávamos que iriam nos dizer novamente que decidiram não abrir", disse Lorena Hernandez, que se encontrou com sua filha em El Paso, pela primeira vez desde março de 2020. "Eu disse: se eles não reabrirem, vou pegar um avião".

Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários