Falso policial civil é preso em SC e alega que usava uniforme para atrair mulheres, segundo delegado

 


Suspeito de se passar por agente da Polícia Civil, um homem de 27 anos foi preso em flagrante em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, neste sábado (6). Segundo o delegado Elder Arruda Chaves, da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos da cidade, o preso alegou, durante interrogatório, que era garoto de programa e usava uniforme para atrair mais clientes.

A ação, que teve apoio da Guarda Municipal de Chapecó, ocorreu no bairro Vila Real, onde o suspeito mora. Com ele foram apreendidas diversas peças de roupa usadas pela Polícia Civil catarinense.

O investigado responde em liberdade pelas infrações penais previstas nos artigos 45 e 46 da Lei de Contravenções Penais, relacionadas ao fato de fingir-se de funcionário público e usar, publicamente, uniforme ou distintivo de função que não exerce. A pena é de até 3 meses de prisão e multa.

"O local em que ele adquiriu as roupas não foi em Chapecó, mas não pode ser revelado, pois pode atrapalhar nas investigações. Aparentemente, [o estabelecimento é de] pessoa física", disse o delegado.

Roupas apreendidas com falso policial civil em SC — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Roupas apreendidas com falso policial civil em SC — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Segundo relato do suspeito aos policiais, o valor cobrado pelo programa era de R$300,00 a hora.

"Não foi para o presídio. Os crimes praticados [pelo suspeito] permitem a lavratura, apenas, de Termo Circunstanciado de Ocorrência. Ele assumiu o compromisso de comparecer em juízo e teve que ser liberado em razão da legislação", concluiu.

Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários