Escolas municipais iniciam retomada 100% presencial

 

Retornam inicialmente as escolas que já estavam no formato híbrido

Atividades não presenciais, aulas pelo YouTube e também pela TV aberta, orientações virtuais com material didático e ensino híbrido. A Educação Municipal passou por várias fases até esta terça-feira, 16, quando as escolas começam a voltar ao modelo 100% presencial, de acordo com o cronograma orientado pela Secretaria Municipal de Educação.

Desde agosto, quando as atividades se tornaram híbridas, a comunidade escolar vem se preparando para o retorno. Hoje, muitas salas de aula já começaram a ter suas turmas completas, apesar das fortes chuvas registradas no início da manhã. O mau clima acabou afetando a frequência em algumas unidades de ensino.

Medidas de biossegurança são observadas por todas as pessoas que frequentam as escolas. O decreto de número 12.398, da Prefeitura de Feira de Santana, orienta a volta de maneira progressiva, observando as especificidades das unidades de ensino. Já as orientações para a retomada foram reunidas em uma portaria da Secretaria de Educação, também publicada no diário.

CALENDÁRIO

Retornam inicialmente as escolas que já estavam no formato híbrido. Já as unidades de ensino que estão passando por interferências na estrutura física ou ainda estão no modo remoto passarão nessa primeira fase para o modelo híbrido; ou continuarão com as atividades não presenciais, adaptando-se às suas especificidades.

A previsão é que as unidades escolares sigam o escalonamento dividido em três datas: 16, 22 e 29 de novembro. Nesta semana, a prioridade é que a gestão escolar se reúna com as famílias a fim de orientá-las sobre os cuidados e protocolos sanitários. Contudo, muitas escolas já vêm se preparando há algum tempo. 

Os cuidados com a higiene são contínuos, por isso, o uso da máscara, álcool a 70% e distanciamento são fundamentais. A secretária de Educação, professora Anaci Paim, destacou as ações da Seduc para a adaptação neste período. 

“Nossas escolas estão passando por serviços de manutenção constantemente, como revisão elétrica, hidráulica, no telhado e afins. Já as unidades de ensino que precisam de maior interferência estão sendo reformadas”, relata Anaci.

A secretária também ressaltou a aquisição de máscaras de proteção, do novo uniforme, material didático para os estudantes e os 17 mil Chromebooks que já estão sendo distribuídos para as escolas. As unidades também receberam produtos de higiene e limpeza, além de serem sinalizadas com material informativo sobre a prevenção à Covid-19.



Postar um comentário

0 Comentários