Dias depois de registrar primeiro caso de Covid-19, Tonga entra em lockdown

 


Tonga, nação insular do Pacífico Sul, entrou em lockdown nesta terça-feira (2), dias após a confirmação do primeiro caso Covid-19 do país desde o início da pandemia.

O governo de Tonga ordenou o bloqueio de uma semana para a ilha principal de Tongatapu, que inclui um toque de recolher das 20h às 6h, com os residentes sendo instruídos a parar de trabalhar e permanecer dentro de suas casas, exceto por motivos essenciais, de acordo com o ministério da saúde.

O transporte público será interrompido, restaurantes, bares e clubes fecharão, escolas e igrejas também deixarão de funcionar e o distanciamento social será reforçado.

As restrições podem parecer pesadas para uma nação com apenas um caso de Covid-19 confirmado, mas até poucos dias atrás, Tonga era um dos poucos países que não tinha relatado infecções desde que o coronavírus foi detectado no final de 2019.

Tonga é um país da Polinésia entre as mais de 170 ilhas do Pacífico Sul e tem cerca de 100 mil habitantes. É um arquipélago remoto que fica a cerca de 800 quilômetros a leste de Fiji e 2.380 quilômetros da Nova Zelândia.

Como outras nações insulares do Pacífico, as ações iniciais de Tonga em declarar estado de emergência em março de 2020 e fechar suas fronteiras para estrangeiros a protegeram de surtos de Covid-19 que poderiam ter devastado o país.

Cerca de 22,1% da população vive abaixo da linha de pobreza nacional e as instalações e equipamentos médicos são limitados.

É por isso que quando um passageiro que viajou da Nova Zelândia testou positivo na quarta-feira (27), milhares de pessoas decidiram se vacinar. O caso também fez as autoridades alertarem sobre a possibilidade de restrições.

O viajante infectado chegou a Tonga depois de sair de Christchurch em um voo de repatriação, de acordo com o Ministério da Saúde da Nova Zelândia.

O passageiro estava totalmente vacinado e testou negativo na Nova Zelândia antes da partida do voo. O caso foi descoberto após testes entre viajantes hospedados em um hotel usado para isolamento e quarentena para recém-chegados a Tonga.

“[O teste negativo] pode ser devido a esta pessoa ter sido totalmente vacinada e o vírus estar lutando para se desenvolver ou por esta pessoa ter contraído Covid-19 antes”, disse o chefe-executivo do Ministério da Saúde, Siale ‘Akau’ola, de acordo com o site local Matangi Tonga.

“Foi melhor termos identificado como positivo agora e entrarmos em bloqueio por precaução, em vez de nos arrependermos depois, quando for tarde demais.”

Os outros 214 passageiros do voo testaram negativo na chegada ao país e estão completando uma quarentena de 21 dias, informou o site de notícias.

Após a notícia do caso positivo, milhares de pessoas correram para os centros de vacinação para tomar as vacinas contra a Covid-19, relatou o Matangi Tonga.

A ministra da Saúde de Tonga, ‘Amelia Tuʻipulotu, disse que a alta participação nos últimos dias aumentará a cobertura vacinal do país.

Até 25 de outubro, 31,7% da população de Tonga havia sido totalmente vacinada, de acordo com o site Our World in Data.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários