Coordenadores do Enem anunciam demissão coletiva

 

21 servidores deixam os cargos e alegam má gestão do Inep

CNN Brasil - Vinte e um coordenadores do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pediram demissão coletiva de seus cargos em resposta ao que classificam de má gestão do Inep, órgão ligado ao Ministério da Educação e responsável pela aplicação de todos os exames públicos de avaliação de ensino no Brasil.

Em ofício encaminhado à diretoria do Inep, ao qual a CNN teve acesso, os servidores públicos afirmam que “considerando a situação sistêmica do órgão e a fragilidade técnica e administrativa da atual gestão máxima do Inep”, solicitam a dispensa do cargo em comissão ou função comissionada que estavam.

“Não se trata de posição ideológica ou de cunho sindical. A despeito das dificuldades relatadas, reafirmamos o compromisso com a sociedade de manter o empenho com as atividades técnicas relacionadas às metas institucionais estabelecidas em 2021”.

O Enem está marcado para ocorrer entre os dias 21 e 28 de novembro.

Na semana passada, a coluna antecipou o pedido de demissão de outros dois coordenadores gerais do Inep diretamente ligados ao Enem.

CNN obteve, nesta segunda-feira, os novos pedidos de exoneração pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI), base de dados públicos. Servidores reclamam de má gestão e que são vítimas de assédio moral e intimidação.

Procurado diretamente, o presidente do Inep, Danilo Dupas, e também o instituto não se manifestaram.

Postar um comentário

0 Comentários