Chromebooks: interatividade e tecnologia durante as aulas na Educação municipal

 

Mais de 50 escolas municipais já receberam os minicomputadores

Aulas mais interativas, dinâmicas e criativas. A Educação municipal está ainda mais conectada com a aquisição de 17 mil Chromebooks que já começaram a ser utilizados nas escolas. Os dispositivos serão utilizados nas aulas das diversas áreas do conhecimento.

“Estamos democratizando o acesso dos nossos estudantes à tecnologia. Esse modelo de aulas com recursos tecnológicos vai permanecer mesmo quando a pandemia estiver totalmente controlada. É algo para sempre. Por isso, quanto mais dotamos as escolas com recursos, mais possibilidades teremos de ofertar um ensino atual e uma aprendizagem melhor”, ressalta a secretária de Educação, professora Anaci Paim.

Mais de 50 escolas municipais já receberam os minicomputadores. A distribuição segue a todo vapor até que as 207 escolas sejam contempladas – tanto na sede quanto nos distritos.

Os Chromebooks são aparelhos parecidos aos notebooks, porém, com a especificidade de acessar os arquivos e dados apenas na “nuvem”. Ou seja, tudo que é produzido e guardado através do equipamento deve estar na Internet.  

Dinamismo em sala de aula

A Seduc realizou ano passado uma capacitação para professores, gestores e coordenadores pedagógicos, intitulada “Chromebook em sala de aula: ampliando o uso da ferramenta Google for Education”. Este ano, os professores estão recebendo as orientações no formato virtual – com a disponibilidade de vídeos e outros materiais sobre a utilização do dispositivo.

A professora Thayara dos Santos, que está atuando como multiplicadora na Educação municipal (gravação de aulas no formato para o Youtube e também para a TV aberta), diz que já utiliza os recursos aprendidos durante o curso. “Com certeza, este é um diferencial na preparação das minhas aulas”, conta.

“Pra mim, foi um divisor de águas. Eu já conhecia algumas ferramentas do Google para a educação, mas não sabia mexer e nem tinha noção da potencialidade delas. O curso me fez enxergar novas possibilidades. Justamente o que eu precisava para produzir aulas mais dinâmicas, deixando assim meus alunos também motivados”, relata a professora.

Para Thayara, a permanência dos estudantes em sala de aula é um grande desafio. Contudo, ferramentas digitais, como as disponibilizadas pelos Chromebooks, internet de qualidade e recursos virtuais, são métodos eficazes para conseguir melhores resultados.

Preparação dos dispositivos

Diferente de outros computadores portáteis, o sistema operacional do dispositivo é o ChromeOS, sistema totalmente desenvolvido pelo Google, que possibilita uma integração completa com os serviços da plataforma.

Os Chromebooks chegam às escolas prontos para serem utilizados. Mas, antes disso, os aparelhos são configurados e cadastrados na plataforma do Google. 

De acordo com Arthur Amorim, chefe da Divisão de Informações Educacionais, este processo permite o “acompanhamento em tempo real do estado físico dos equipamentos e a atualização dos mesmos remotamente”.

“O principal benefício do equipamento está relacionado ao contato dos estudantes com o universo tecnológico. A sociedade tem demandado cada dia mais pessoas com conhecimento em informática e, para uma parte dos alunos, esta será a única oportunidade de descobrir e aprender nesta fase da vida”, ressalta Arthur.



Postar um comentário

0 Comentários