5G: Como a nova rede vai mudar nosso cotidiano

 

Série especial 'Revolução 5G: a internet 100 vezes mais rápida' mostra o impacto que a tecnologia terá nas casas, na indústria, nas cidades e até na saúde e no mercado de trabalho

CNN Brasil - Cidades inteiras conectadas, carros automatizados, robôs nas linhas de produção fabris, irrigação inteligente no campo e uma internet  com ultra velocidade. Esses são exemplos do que o 5G pode trazer de avanços na tecnologia.

Com a nova rede, o mundo em que objetos e equipamentos do dia-a-dia ganham vida por meio de movimentos, sensores e inteligência, está bem próximo, inclusive poderá estar dentro de casa.

“O 5G tem uma série de características que são bastante disruptivas em relação às tecnologias  anteriores, uma delas é a velocidade de transmissão. E também  uma quantidade de dispositivos conectados muito maior, isso é bastante importante quando a gente pensa na internet das coisas”, diz Fabio Lima, professor da FEI.

Nos dias 4 e 5 de novembro a Anatel realizou o leilão para operação das faixas de rede 5G no país. Foram 47 propostas que, somadas, passam de R$ 47 bilhões. Desse montante, quase R$ 40 bilhões serão destinados para investimentos para ampliar a infraestrutura de conectividade no Brasil.

A Anatel definiu que o 5g deve funcionar nas 26 capitais e no Distrito Federal até o dia 31 de julho de 2022. A tecnologia deve se expandir para outras cidades que tenham mais de 500 mil habitantes, até julho de 2025.

Uma pesquisa aponta os consumidores entrevistados estão dispostos a pagar 50% a mais por planos 5G, e a maioria dos gastos previstos, 73%, com serviços digitais, que devem ser concentrados em vídeos e jogos para celular.

Com a internet 5G, cada vez mais veremos casas inteligentes, sem a presença de controles remotos, ou muitos interruptores. Por exemplo, um sensor de inundação. O sensor percebe qualquer tipo de problema, como um vazamento na casa, e imediatamente indica que há algo de errado e pode, até mesmo, resolver o problema, garantido que a água deixe de circular.

No próximo episódio da série especial da CNN Brasil Revolução 5G: A internet 100 vezes mais rápida, você vai ver como a tecnologia vai impactar o mercado de trabalho.

*Texto publicado por Ana Carolina Nunes

Postar um comentário

0 Comentários