Passageiro é transportado em porta-malas de veículo no centro de Feira de Santana

 

Foto: Enviada via WhatsApp | Na imagem é possível ver parte do braço do passageiro transportado em porta-malas

Na última sexta-feira (15), uma força-tarefa da prefeitura municipal de Feira de Santana, percorreu os principais pontos de embarque e desembarque de usuários do transporte público urbano, situados no centro da cidade.

As equipes da Guarda Municipal, Secretaria de Transportes e Trânsito (SMTT) e da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), fiscalizaram os veículos que paravam irregularmente na Avenida Senhor dos Passos.

Embora esta fiscalização, tenha como objetivo combater o transporte clandestino na cidade, muitos motoristas ainda insistem em praticar a infração, que além de transportar passageiros, sem a devida autorização do município, extrapolam o número de pessoas por capacidade dos veículos

A produção do Acorda Cidade recebeu fotos, onde é possível ver um passageiro sendo transportado dentro de um porta-malas de um veículo na Avenida Getúlio Vargas.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o superintendente municipal de trânsito, Cleudson Almeida, informou que a operação que teve início na semana passada, ainda está em fase de inicial, e explicou que a equipe de fiscalização não teve informações sobre esta infração no centro da cidade.

"Desde a semana passada, que já iniciamos uma força-tarefa, estamos dando o apoio à SMTT e todos os dias a tarde, estamos fiscalizando estes clandestinos. Eu até participei desta operação, então estamos ainda iniciando este trabalho, mas esse fato que aconteceu  ontem não tivemos a informação, até porque não temos a condição de abranger todos os pontos onde, existe essa presença do transporte clandestino", disse.

Ainda de acordo com o superintendente, o proprietário do veículo identificado como transporte clandestino, é autuado e todos os passageiros devem desembarcar e seguir viagem em outro transporte que seja regular.

Para Cleudson Almeida, uma pessoa que se submete a ser transportado desta forma, está sujeita a qualquer risco que possa ter.

"O veículo é notificado, nós solicitamos o desembarque dos passageiros e outra situação que chamo a atenção, é este caso, onde o passageiro se submete a ser transportado desta forma. A comunidade também tem que entender que todo aspecto de risco que está condicionado naquele momento, mas a fiscalização não terá como estar em todos os pontos da cidade e eu trago o questionamento, qual a segurança que este passageiro tem, em ser transportado no fundo de um carro?", concluiu.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários