Homem mais rico do mundo, Elon Musk ironiza Jeff Bezos após ampliar fortuna

 

Fundador da Tesla e da SpaceX aumentou patrimônio em US$ 10,6 bilhões, atingindo a marca de US$ 222 bilhõe. Elon Musk lidera o ranking de bilionários, com Jeff Bezos em segundo lugar. REUTERS/Hannibal Hanschke/Pool


A riqueza pessoal de Elon Musk é agora de US$ 222 bilhões, ampliando sua liderança como a pessoa mais rica do mundo, de acordo com o Índice de Bilionários da Bloomberg.

O patrimônio do fundador da Tesla e da SpaceX aumentou mais de US$ 10,6 bilhões após uma venda secundária de ações por investidores, anunciada na semana passada, que avaliou a SpaceX em mais de US$ 100 bilhões, informou a CNBC.

Jeff Bezos, fundador da Amazon, segue o empresário, com um patrimônio líquido de US$ 191,6 bilhões. Musk respondeu a uma publicação de Bezos no Twitter nesta segunda-feira (11) com uma medalha de segundo lugar.

Graças às suas ações na Tesla e à sua participação majoritária na SpaceX, de capital fechado, onde atua como presidente, Musk acumulou uma vasta fortuna.

Ele ganhou US$ 8,6 bilhões desde o fechamento da última sexta-feira (8) e mais de US$ 52 bilhões no acumulado do ano, segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg.

As ações da Tesla também estão subindo, enquanto se recuperam de um ano difícil. Elas avançaram 13% no acumulado de 2021, muito menos do que o ganho de 743% em 2020. Ainda assim, é uma grande melhoria em relação a quando caíram 22% em maio deste ano.

O empresário teve US$ 0 em pagamento em 2020, de acordo com um documento da empresa, mas ele recebeu opções de ações durante o ano que agora valem US$ 22 bilhões. E essas opções valem muito mais devido ao aumento no preço dos ativos.

Musk e Bezos – os dois homens mais ricos do planeta – estão envolvidos em uma corrida espacial bilionária. Mesmo antes de lançar a primeira missão de turismo ao espaço, a Inspiration4, em setembro, a SpaceX de Musk ganhou enormes contratos com a Nasa e com o exército dos EUA, e lançou o foguete mais poderoso em operação atualmente.

Bezos, que fundou a Blue Origin em 2000, e o bilionário proprietário das marcas Virgin, Richard Branson, viajaram para o espaço no último verão do Hemisfério Norte.

Um relatório da ProPublica de junho descobriu que alguns bilionários, incluindo Elon Musk, Bill Gates e Jeff Bezos, pagam um imposto de renda mínimo em comparação com a vasta maioria dos americanos, apesar des suas imensas riquezas. Nada revelado no relatório era ilegal.

Enquanto isso, a economia dos EUA ainda está se recuperando da recessão da Covid-19. A renda familiar média caiu 2,9% em 2020, para US$ 67.521, o primeiro recuo estatisticamente significativo desde 2011.

O relatório de empregos de setembro marcou o segundo mês consecutivo em que a economia criou menos empregos do que o esperado.

(Texto traduzido. Para ler o original, clique aqui)

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários