Em blitz educativa, Prefeitura e PRF combatem transporte de aves silvestres

 

Iniciativa da SEMMAM levou informação aos motoristas no Dia da Ave

No Dia Mundial da Ave (5 de outubro), esta terça-feira, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMAM) promoveu uma blitz educativa abordando os veículos que trafegavam às margens da BR 116/ Sul. A ação foi em pareceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

 

Os condutores receberam uma cartilha e orientações sobre a importância das aves. Durante a operação, prepostos da PRF observaram documentos dos motoristas, o porta-malas dos veículos e outros locais que possibilitam o transporte ilegal de animais silvestres.

Segundo João Dias, chefe do Departamento de Educação Ambiental, caçar, traficar, transportar e manter animais silvestres em cativeiros é crime e dá cadeia – a informação consta na Lei Federal 9.605/98.

“Os pássaros prestam serviços ecossistêmicos, como a polinização das flores, dispersão de sementes e serviços cênicos – canto e beleza – além do controle de pragas. Se não fossem eles, o planeta seria devastado por grilos, gafanhotos e arboviroses”, afirma.

Durante a operação foram abordados 33 veículos e não foi identificado o transporte ilegal de aves. O boletim de ocorrência, quando constatado, é feito pela PRF.

“Nesses casos o animal é apreendido pela polícia e encaminhado ao CETAS [Centro de Triagem de Animais Silvestres], onde receberá os cuidados necessários, passando por quarentena até ser devolvido ao habitat natural”, explica o chefe do Departamento de Educação Ambiental.

“Peço que a população evite comprar e matar as aves. Esses pássaros estão diretamente ligamos ao ecossistema. Precisamos cuidar e protegê-los”, apelou João Dias.

Ouça aqui o podcast.



Postar um comentário

0 Comentários