Diagnóstico precoce aumenta as chances de cura do câncer de mama

 

Mulheres de 50 a 69 anos podem agendar a mamografia na unidade de saúde mais próxima da residência

Perceber alguma protuberância, nódulo, vermelhidão, alterações nos mamilos ou quaisquer mudanças nos seios é sinal de alerta para suspeitar do câncer de mama. Nestes casos a avaliação médica, com auxílio de exames, pode determinar se a pessoa está ou não com a doença. O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura, já que o tratamento pode ser feito ainda na fase inicial.

Em Feira de Santana as unidades municipais de saúde intensificaram o alerta contra o câncer de mama, promovendo palestras e rodas de conversa sobre a importância do autoexame e do diagnóstico precoce em alusão à campanha Outubro Rosa.

Mulheres de 50 a 69 anos podem agendar a mamografia na unidade de saúde mais próxima da residência, após avaliação com profissional de saúde. A marcação é feita pela própria unidade, via Central Municipal de Regulação. A realização do exame acontece gratuitamente, pelo SUS, no Centro Municipal de Diagnóstico Por Imagem (CMDI) e Centro Pesquisa Assistência Reprodução Humana (CEPARH).

Segundo a enfermeira referência técnica em Saúde da Mulher, Alessandra Magalhães, apesar de inferior a um por cento, o câncer de mama também pode acometer homens

“A pessoa que apresentar algum sintoma ou alteração nas mamas pode buscar por atendimento nas unidades de saúde. Ela será encaminhada para consulta com ginecologista ou mastologista para investigação do sintoma”, explica. 



Postar um comentário

0 Comentários