Suspeito de financiar ataque em Araçatuba é preso em São Paulo

 

De acordo com informações da equipe que participou da ação, foram apreendidos documentos relacionados ao crime organizado, o que indica a presença do suspeito em atividades em vários estados brasileiros

O Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) informou, na terça-feira (7), a prisão de um homem apontado como diretor financeiro da estrutura que permitiu o ataque contra agências bancárias em Araçatuba, no interior de São Paulo.

A detenção aconteceu na cidade de Sorocaba, também no interior paulista. De acordo com informações da equipe, foram apreendidos documentos relacionados ao crime organizado que indica a presença do suspeito em atividades em vários estados brasileiros.

Há ainda a informação preliminar de que a logística da invasão a Araçatuba custou cerca de R$ 600 mil.

A ação foi realizada por policiais da 1ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo e Latrocínio). Para chegar até o suspeito, a equipe investigou informações sobre um indivíduo, possivelmente procurado, que mantinha um padrão alto de consumo e ostentava veículos de luxo. Além disso, o suspeito teria dito a pessoas próximas sobre a participação na invasão a Araçatuba.

As indicações levaram até um imóvel no Parque São Bento, em Sorocaba, onde vivia um casal. No endereço, os policiais afirmam ter identificado uma picape Amarok e uma BMW.

Foram abordados Paulo César Dutra Gabrir, de 33 anos, e Michele Maria da Silva, de 40. O homem apresentava passagens por roubo e homicídio, mas não era procurado. Já sua esposa era foragida por envolvimento com tráfico de drogas.

Durante a abordagem, informou a polícia, chegou ao local o mecânico Emerson Henrique Dias, de 25 anos, que conduzia o veículo BMW e possuía passagens por roubo.

Os policiais, então, fizeram uma busca na residência e encontraram “farto material de contabilidade referente a uma facção criminosa”.

Paulo César Gabrir revelou ter financiado a operação para roubar os bancos em Araçatuba. Além do financiamento, sua participação nas ações não está descartada. Os três foram autuados por organização criminosa.

Ataque em Araçatuba

A cidade de Araçatuba viveu momentos de terror na madrugada de segunda-feira (30) com o assalto a três agências bancárias por, pelo menos, 20 homens fortemente armados que invadiram o município.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram que, durante a fuga, o grupo fez uso de reféns como “escudo humano” nos carros em movimento.

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), três pessoas morreram – duas seriam moradoras da cidade e uma suspeita de integrar o grupo –, três ficaram feridas e sete suspeitos foram presos até o momento.

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários