Queimadas suspende aulas presenciais e adota restrições

 Ana Vitória Oliveira Mercês, foi a primeira morte de uma criança no município


Jornal Folha do Estado - A morte de uma menina de 6 anos em decorrência da Covid-19 fez com que a gestão do município de Queimadas, no norte da Bahia, suspendesse as aulas presenciais das escolas públicas, sem prazo de retomada, e que adotasse novos decretos restritivos.

De acordo com a secretária de saúde local, a morte de Ana Vitória Oliveira Mercês, que morava com a família no distrito de Espanta Gado, foi a primeira de uma criança no município. Além dela, outros 33 óbitos foram provocados pela doença em Queimadas.

Qualquer tipo de eventos e festas teve a realização proibida e bares, lanchonetes, pizzarias e restaurante não poderão funcionar. A feira livre da comunidade e a prática de esportes coletivos também está suspensa.

De acordo com a prefeitura, 15.800 habitantes dos 26 mil de Queimadas já se vacinaram contra a Covid-19. 

Postar um comentário

0 Comentários