Hospital da Mulher incentiva a doação de leite materno no último dia do Agosto Dourado

 

Ações educativas contribuíram para incentivar o aleitamento materno

Greiciane da Conceição Perone Melo, de 29 anos, recebeu, nesta terça-feira (31), do Hospital da Mulher (Inácia Pinto dos Santos) uma placa de reconhecimento por contribuir para o Banco de Leite da unidade com 73 litros e 750 ml de leite materno, durante o ano de 2020. A homenagem marcou o encerramento das atividades do Agosto Dourado, mês dedicado ao incentivo ao aleitamento materno.

A homenageada explicou que resolveu ser doadora porque seu primeiro filho foi prematuro, e precisou do leite de outra mãe pra se alimentar. Foi quando ela percebeu o quanto a doação de leite pode ser importante para salvar a vida de uma criança. “Quando eu tive meu segundo filho, eu tive bastante leite, e comecei a doar. E quando tive o terceiro, a produção foi ainda maior. Fico muito feliz de poder ajudar outras mães”, disse Greiciane

A diretora-presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, destacou que a programação do Agosto Dourado foi positiva e que as ações educativas contribuíram para incentivar o leite materno como primeiro alimento para os recém-nascidos.

“Realizados uma vasta programação durante o mês, e o que verificamos é que alcançamos o nosso objetivo. Tivemos mais de 150 pessoas inscritas para os nossos cursos on-line e com certeza muitas mães foram incentivadoras das doações para o Banco de Leite”, salientou.

Gilberte Lucas disse ainda que “o leite materno salva vidas e as mães doadoras são multiplicadoras dessa ação. Ter uma mãe que doa mais de 73 litros de leite por ano é o exemplo de que estamos no caminho certo. Para isso, temos o apoio e a colaboração do Corpo de Bombeiros, fazendo a coleta duas vezes por semana, afim de alimentar bebês prematuros internados no Hospital da Mulher”.

Em todo o mundo, a Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM) é realizada entre os dias 1º e 7 de agosto. Porém, no Hospital da Mulher, as atividades se estenderam durante todo o mês. Este ano, o tema foi “Proteger a amamentação: uma responsabilidade de todos”.

DOAÇÕES DEVEM SER PERMANENTES

Nadja Maria Carvalho Vieira, coordenadora do Banco de Leite, explicou como o leite doado é utilizado no hospital: “As doações passam por um processo de seleção e o leite é pasteurizado para ser oferecido para as crianças da UTI e do berçário. Recebem o leite as crianças que nascem prematuras e ainda não tem sucção, e as que não tem condição de ir ao peito da mãe”

Ela ressalta que o Banco de Leite do Hospital da Mulher distribui três litros de leite materno por dia, quantidade necessária para atender bebês internados na unidade. Dessa forma, o banco necessita de doações permanentes para manter o estoque sempre cheio.

O leite materno é considerado um alimento exclusivo para crianças de até seis meses de idade e deve ser a base da alimentação da criança até os dois anos de idade.



Postar um comentário

0 Comentários