Transposição do Rio São Francisco pode chegar à Bahia, beneficiando o distrito de Jaguara

 

Projeto prevê o abastecimento do rio Jacuípe, contemplando outros municípios

A necessidade de construção do Canal do Sertão, para transpor água do Rio São Francisco, do lago de Sobradinho até o município de São José do Jacuípe - onde fica localizada a terceira maior barragem do estado da Bahia - foi assunto de reunião entre integrantes do Comitê do Paraguçu, Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Feira de Santana, Secretaria Estadual de Agricultura, Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e autoridades dos municípios de São José do Jacuípe e Várzea da Roça na última terça-feira, 17. 

Segundo o chefe de Educação Ambiental da Prefeitura de Feira, João Dias, a iniciativa tornaria o rio Jacuípe perene, beneficiando os municípios de Gavião, Nova Fátima, Riachão, Serra Preta, Anguera, Candeal e Feira de Santana. Ele destaca ainda que o Canal do Sertão beneficiaria diretamente o distrito de Jaguara. 

"A expectativa é que auxilie o distrito, já que no período que deveria ocorrer a cheia das águas do rio Jacuípe, que cortam Jaguara, não acontece. Já no período seco, a pouca água que tem se torna salina", explica João Dias.
A obra de transposição é um projeto de 2010, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), que contemplava apenas barragens, mas foi aperfeiçoado e vai ser estendido até São José do Jacuípe. A execução envolve o Ministério da Integração Nacional e o Governo do Estado da Bahia.

Ouça aqui o podcast.

Postar um comentário

0 Comentários