Reforma de grande porte em seis escolas: três serão reconstruídas

 

Anúncio foi feito pelo prefeito Colbert Filho nesta terça-feira, 31

Mais seis escolas da Educação municipal vão passar prédios totalmente novos. O anúncio das reformas de grande porte, com ampliação e significativa interferência nos prédios, foi feito na manhã desta terça-feira, 31, pelo prefeito Colbert Filho em seu gabinete.

As escolas municipais beneficiadas são: Antônio Carlos Pinto de Almeida, no Papagaio; Dr. Nilton Bellas Vieira, no Parque Getúlio Vargas; Ester da Silva Santana, na Mangabeira; Professora Almira Pereira Lago, no Campo do Gado Novo; Professora Helena Assis Suzart, no Caseb; e finalmente a Deocleciano Martins a Silva, localizada no povoado de Pé de Serra, no distrito Maria Quitéria.

A maioria das escolas será totalmente reconstruída, dada a situação da estrutura física atual. “É o caso da Ester Santana, da Almira e da Deocleciano que ganharão prédios novos, com espaços atuais e maior quantidade de salas de aula e de outros ambientes”, informa a secretária de Educação, professora Anaci Paim.

NOVO PADRÃO ARQUITETÔNICO

“De fato, estamos investindo para garantir um novo padrão arquitetônico, mais moderno, para os estudantes e professores, proporcionando o acesso a espaços mais atualizados”, comenta o prefeito Colbert Martins.

Das unidades de ensino, pelo menos três terão a área construída duplicada – a Ester Santana sai de uma área de 526 m2 para 1.114 m2; a Deocleciano tem 310 m2 e passará a ter 845 m2 após a ampliação; e a Antonio Carlos Pinto de Almeida, hoje com 761 m2, passará a ter 1.327 m2 de área construída.

Nas demais, a ampliação atinge mais de 200% – é o caso da Escola Almira Pereira Lago que sairá de 312 m2 para 1.102 m2.  A Nilton Bellas Vieira sairá de 445 m2 para 1.252 m2.

“Por todas essas razões, o impacto destes serviços na Educação é significativo e vai destacar o investimento que vimos fazendo nos últimos meses para dotar as escolas com uma infraestrutura mais moderna”, atestou Colbert Filho.

A secretária Anaci Paim estima a entrega das obras no prazo de aproximadamente oito meses. “Inclusive estimamos começar o ano letivo de 2022 com 20 escolas totalmente novas, entre aquelas que estão em construção e essas que representam interferências significativas na estrutura”, observa.

O investimento, de acordo com a professora, resulta numa “configuração mais moderna e atualizada para a Educação municipal e revela o interesse e a decisão política do governo de oferecer condições para uma educação de qualidade, centrada em todos os aspectos”.



Postar um comentário

0 Comentários