Prefeitura esclarece que não procede denúncia de desperdício do dinheiro público

 

Em razão da denúncia sobre um suposto desperdício de dinheiro público onde seria construída a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Humildes, o Governo Municipal esclarece o seguinte:

A Prefeitura Municipal não fez nenhuma licitação e não gastou R$ 1 milhão na terraplanagem do terreno. Todo o trabalho foi feito com equipamentos da própria Prefeitura, para retirar cascalho que foi usado para manutenção de estradas da zona rural.

 

Foram retiradas cerca de 600 caçambas (ou 6 mil metros cúbicos) de cascalho. Se a Prefeitura tivesse contratado uma empresa para o serviço, teria uma despesa de R$ 270 mil, segundo cálculos feitos pela Superintendência de Obras e Manutenção (Soma), com base no Sistema Nacional de Pesquisa de Custos e Índices (Sinap). 

O terreno pertence à própria Prefeitura e precisaria, atualmente ou no futuro, da terraplanagem para a construção de qualquer equipamento público. Logo, o trabalho realizado não foi desperdício de dinheiro público e a área, por ser pública, será utilizada em benefício da comunidade de Humildes.

Todo o dinheiro federal destinado à construção da UPA de Humildes está reservado, garantido para a devida aplicação na obra, que ainda será realizada. 



Postar um comentário

0 Comentários