Prefeito cobra responsabilidade de promotores de eventos com as regras de controle da Covid

 


Embora a Prefeitura de Feira de Santana tenha autorizado festas particulares com até 500 pessoas, os promotores de eventos devem ter a responsabilidade em seguir as medidas de segurança contra o coronavírus, estabelecidas no último decreto municipal. Quem afirma é o prefeito Colbert Filho.

“Atribuímos o compromisso para todos. Aquelas pessoas que vão fazer a festa têm a responsabilidade de aferir a temperatura; exigir o uso da máscara e ter a relação de todas as pessoas que terão acesso ao evento [a relação deve ser encaminhada à Secretaria Municipal de Saúde]”, afirma.

O prefeito justifica a decisão em permitir eventos com até 500 pessoas pelo fato de haver redução dos números relacionados à Covid-19, em razão do avanço da vacinação.

“O que nós fizemos foi responsabilizar aquelas pessoas que vão fazer a festa para que junto com a Prefeitura possamos fiscalizar”, enfatiza. 

Além disso, Colbert Filho destaca que é necessário que as pessoas estejam com o cartão de vacinação comprovando pelo menos a primeira dose [medida vale em evento com público superior a 100 pessoas]. E reitera que a Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) continuará atuando aos finais de semana para coibir os abusos sonoros.

Feira Quer Silêncio

Neste final de semana, dias 14 e 15, o primeiro após a Prefeitura autorizar eventos particulares com até 500 pessoas, como shows, casamentos, aniversários, das 10h às 2h, a Operação Feira Quer Silêncio emitiu três notificações, sendo elas por conta de abuso sonoro em veículo (2) e residência (1). Um equipamento de som foi apreendido.

As equipes aturam nos bairros Sobradinho, Jardim Cruzeiro, Baraúnas, São João, Centro, Mangabeira, Parque Getúlio Vargas, Cidade Nova, Parque Ipê e Caseb.

Postar um comentário

0 Comentários