Mesmo com time principal parado, Fluminense de Feira busca alternativas para manter equilíbrio financeiro

 


O Fluminense de Feira entrou em campo pela última vez no dia 5 de maio deste ano, quando enfrentou o Vitória pela 9ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Baiano. A equipe feirense não desenvolveu bem no torneio, ganhando apenas uma partida e empatando três, somou 6 pontos, sendo rebaixado para segunda divisão do Campeonato.

Atualmente com o time principal parado, a direção do Fluminense de Feira investe em outros mecanismos. No domingo, dia 29 de agosto, tem início o Campeonato Baiano Feminino e a equipe estará participando, além do Baianão 2021 Sub-20 masculino que já está em andamento.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o presidente do clube, Ícaro Ivvin, destacou que mesmo com o clube principal sem calendário ativo, os trabalhos não param.

Foto: Paulo José/ Acorda Cidade

"O Fluminense de Feira volta aos campeonatos oficiais apenas em 2022, mas tem trabalho. Estamos aí disputando o Baiano Sub-20 e graças a Deus com bons resultados, já estamos classificados para a próxima fase, estamos trabalhando também com o Sub-17 e o Sub-15. Temos uma equipe feminina sob o comando do professor Quinho, ele quando disputou o Campeonato baiano Sub-20 do feminino, por quatro vezes, em duas foi campeão e nas outras duas foi vice campeão e esperamos ter bons resultados para o Fluminense de Feira", afirmou.

Além das participações em torneios, o Fluminense busca cada vez mais se estruturar financeiramente. De acordo com Ícaro Ivvin, rifas estão sendo realizadas, além de parcerias beneficiando o sócio torcedor.

"Estamos buscando novos patrocinadores e graças a Deus têm chegado. Tivemos aí algumas realizações como uma primeira rifa e vamos fazer uma segunda dentro da Campanha Abrace o Touro. É uma campanha de fortalecimento e estamos já para fechar uma nova parceria com a área de saúde aqui na cidade. Essa nova parceria será associada na última categoria do sócio torcedor e possivelmente estará disponível a partir do próximo mês, onde serão ofertados descontos em alguns pontos comerciais da cidade e a possibilidade de utilizar um cartão de saúde em determinados hospitais da cidade", destacou.

Segundo o presidente do clube, um novo aplicativo de Delivery com o nome do time será lançado.

"A gente sabe que o caminho realmente é o apoio com o sócio torcedor e a abertura de novas ideias e novas fronteiras que vão sendo derrubadas. O Fluminense já assinou um contrato e vai estar lançando o primeiro aplicativo de Delivery de alimentos com o nome de um time aqui na Bahia. Então, enquanto torcedor, enquanto feirense, enquanto baiano, as pessoas poderão fazer seus pedidos através de um aplicativo do Fluminense de Feira e desta forma está ajudando o time enquanto se entretém", afirmou.

Para Ícaro Ivvin, é necessário que haja determinação em tudo que seja feito. Segundo ele, será desta forma que o clube voltará a sonhar e construir resultados.

"É necessário que haja bastante empenho, muita garra, muita determinação, muito foco como a gente tem no próprio nome da Chapa da Diretoria. Muito foco, muita força para fazer o Flu voltar a sonhar e a gente tem buscado não voltar a sonhar, mas voltar a construir sonhos e levantar o Fluminense ao pódio, ao lugar onde ele merece que sem dúvida é no protagonismo do futebol baiano", disse ao Acorda Cidade.

Neste ano, o Fluminense de Feira completou 80 anos de fundação. Segundo o presidente, uma camisa comemorativa foi feita exclusivamente para o aniversário e destacou que novas parcerias com outros clubes poderão ser realizadas.

"Nós tivemos uma camisa comemorativa dos 80 anos, a nossa gestão assumiu depois da data, mas com toda certeza é um emblema, é uma marca forte do futebol baiano, do futebol brasileiro e que é reconhecido pelo Brasil afora. Nós tivemos uma oportunidade de estar visitando diversos clubes em São Paulo formando novas parcerias, tive a oportunidade de conversar com o presidente do Atlético-MG e ainda no final desse mês, estaremos no Rio de Janeiro visitando os clubes. Estamos fechando com o Flamengo e a ideia é trazer novos laços para o Fluminense, porque é uma forma também de expandir para o eixo Sul e Sudeste, o que não era feito antes e, diante disso, estamos alcançando muitas parcerias e a grata alegria do quanto a marca Fluminense de Feira é forte, porque já é conhecida e reconhecida pelo Brasil afora", concluiu.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários