Maxim é multada em R$ 200 mil por cometer crime ambiental

 

Governo Municipal também exige a limpeza dos locais poluídos visualmente

A Prefeitura de Feira multou em R$ 200 mil a Maxim, empresa de transporte, viagens e entregas por aplicativo, por cometer crime de poluição visual na cidade.

Além da multa, o Governo Municipal também exige a imediata limpeza dos locais que receberam, ilegalmente, a aplicação das peças publicitárias. Por conta da gravidade da infração e, principalmente, se continuar praticando o crime ambiental, a Maxim poderá ser multada em R$ 400 mil.

Segundo o coordenador de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMMAM), Camilo Cerqueira, a empresa também perdeu o prazo de defesa. “A medida está respaldada na Lei Ambiental de nº 120/18, artigos 73 e 74 do Código do Meio Ambiente”.

Em julho, uma força-tarefa da SEMMAM, SESP (Serviços Públicos) e SEDUR (Desenvolvimento Urbano) aprendeu mais de 500 banners da Maxim que estavam afixados em postes, árvores e áreas públicas.


Postar um comentário

0 Comentários