Isis-K assume responsabilidade pelo ataque ao aeroporto de Cabul

 

Hospital de Cabul após explosões no aeroporto Hamid Karzai nesta quinta-feira (26); ao menos 13 pessoas morreram e cerca de 52 ficaram feridas
Duas explosões nos arredores do aeroporto de Cabul deixaram ao menos 60 mortos e cerca de 140 feridos. Hospital de Cabul após explosões no aeroporto Hamid Karzai nesta quinta-feira (26); ao menos 13 pessoas morreram e cerca de 52 ficaram feridas. Sayed Khodaiberdi Sadat/Anadolu Agency via Getty Images

CNN Brasil - O grupo Isis-K assumiu a responsabilidade por um ataque ao lado de fora do aeroporto de Cabul, no Afeganistão, nesta quinta-feira (26), disse a Agência de Notícias Amaq, em seu canal Telegram.


Em um comunicado, o grupo afirmou que um militante realizou um ataque suicida contra pessoas perto do aeroporto, e acrescentam ainda que o nome do atacante suicida é “Abdul Rahman al-Logari”.

Duas explosões nos arredores do aeroporto de Cabul deixaram ao menos 60 mortos e cerca de 140 feridos, de acordo com informações de funcionários do ministério da saúde do país dadas à CNN.

Vários guardas do Talibã também foram atingidos e estão entre os feridos, afirmou uma autoridade do grupo islâmico à agência Reuters. Pelo menos 12 militares dos Estados Unidos estão entre os mortos no ataque e 15 ficaram feridos, segundo informou o general Kenneth “Frank” McKenzie em um pronunciamento.

Isis-K é um grupo autointitulado terrorista que surgiu pela primeira vez na região chamada Khorasan (entre o Afeganistão e Paquistão), em 2015, segundo o professor e mestre em relações internacionais Tanguy Baghdadi.

Em entrevista à CNN, Baghdadi conta que a facção foi inspirada no Estado Islâmico no Iraque e no Levante, conhecido pela sigla Isis, criado em 2013. Ela foi criada após morte de Osama Bin Laden, ex-líder da Al-Qaeda, em 2011.

Postar um comentário

0 Comentários