Governo e sociedade civil discutem prioridades socioassistenciais em Conferência

 

Colbert Filho destacou o papel da assistência social na pandemia

Representantes do Governo Municipal e da sociedade civil deram início nesta terça-feira, 10, ao debate e definições das prioridades nas políticas públicas de assistência para Feira de Santana na abertura da 13ª Conferência Municipal de Assistência Social.

A iniciativa é uma promoção do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS) com apoio do poder público, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedeso). O prefeito Colbert Filho participou do evento que este ano tem como tema “Assistência Social: Direito do povo e dever do Estado, com financiamento público para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”.

Colbert ressaltou o quanto a assistência social tem sido imprescindível, sobretudo, neste ano de pandemia. “Fortaleceremos a nossa rede [socioassistencial] existente com ações conjuntas a outros órgãos”.

O evento, que ocorre até amanhã, 12, tem a participação de representantes dos demandatários, profissionais da assistência social e governamentais avaliando propostas amplamente discutidas com populares nas pré-conferências ocorridas nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) e nos CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) do município.

O secretário de Desenvolvimento Social, Antônio Carlos Borges Júnior, ressaltou a importância das pautas que asseguram os “direitos socioassistenciais como instrumento para enfrentamento das desigualdades e a garantia de proteção social”.

Avanços na área de assistência social e o objetivo do evento foram destacados pela presidente interina do CMAS, Ana Pompéia. “Nosso foco é o debate de todas as propostas dos territórios que foram discutidas em julho e agosto nas pré-conferências”, pontuou.

Na abertura do evento também estiveram compondo a mesa os secretários municipais Pablo Roberto (Agricultura, Recursos Hídricos e Desenvolvimento Rural), Cínthia Machado (Habitação), Gerusa Sampaio (Políticas para as Mulheres), Denilton Brito (Governo) e Moura Pinho (Procurador Geral do Município).



Postar um comentário

0 Comentários