Brasil derrota Espanha e conquista bicampeonato olímpico no futebol masculino

 Malcom comemora gol na prorrogação que garantiu medalha de ouro no futebol

Malcom comemora gol na prorrogação que garantiu medalha de ouro no futebol masculino
Foto: Andre Penner - 7.ago.2021/AP

Da longa espera à doce rotina: o Brasil é bicampeão olímpico de futebol masculino. O acúmulo de frustrações, encerrado em 2016, teve mais um capítulo dourado neste sábado (7), em Yokohama, o palco do penta de 2002, com a vitória sobre a Espanha, por 2 a 1, na prorrogação, após empate no tempo normal. Os gols do Brasil foram de Matheus Cunha no tempo normal, e Malcom na prorrogação.

Até hoje, Brasil e Espanha tinham um ouro cada, ambos conseguidos quando os países sediaram os Jogos. Com o bicampeonato consecutivo o Brasil iguala a Argentina, que conseguiu o bi em 2004 e 2008, e o Uruguai, ouro em 1924 e 1928. Grã-Bretanha (1908 e 1912) Hungria (1984 e 1968) completam a seleta lista.

André Jardine, um especialista em futebol de base, cumpriu a sua missão olímpica mesmo com desfalques cruciais ao seu plano, como a perda de Vinicius Jr, Gerson, Rodrygo e Pedro. Convocou Dani Alves, que fez bom torneio, e montou um ataque de bastante movimentação.

Depois de regredir um pouco em desempenho na hora do mata-mata, contra Egito e México, o Brasil reencontrou um futebol mais intenso e com lampejos de brilho na decisão em Yokohama, sobretudo no primeiro tempo. Quando abriu o placar, no final da primeira etapa, já merecia estar na frente.

Fonte: Agência Brasil

Postar um comentário

0 Comentários