Atendimento contra o tabagismo será descentralizado

 

Número de pessoas que busca atendimento no CAPS AD duplicou

O atendimento a pessoas que fazem uso de substâncias psicoativas passará a ser feito nas unidades de saúde. Atualmente esse serviço é ofertado no Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas Dr. Gutemberg Almeida (Caps AD).

De acordo com a enfermeira referência técnica em Saúde Mental, Cristiane Bastos, “a descentralização do tratamento irá facilitar o acesso do cidadão ao serviço de saúde”.

Na manhã desta terça-feira, 24, os profissionais da Atenção Primária à Saúde participaram de uma capacitação sobre ações de sensibilização aos danos causados pelo tabaco. A iniciativa foi da Secretaria Municipal de Saúde através do Programa Municipal de Controle ao Tabagismo.

Em Feira de Santana, mais de 8 mil pessoas recebem atendimento psiquiátrico no Caps AD pelo uso de substâncias psicoativas, incluindo álcool e cigarro.

Segundo a enfermeira coordenadora do órgão, Mariana Rios, índice de atendimentos aos pacientes matriculados caiu em 65%.

“Como estratégia para que esses pacientes continuem o tratamento, realizamos a busca ativa com visita domiciliar e contato telefônico frequente. Em compensação, o número de pessoas que busca ajuda para o primeiro atendimento duplicou”, afirma.

TABAGISMO

O Dia Nacional de Combate ao Fumo (29 de agosto) tem como finalidade sensibilizar e mobilizar a população sobre os danos causados à saúde pelo hábito de fumar.

O tabagismo tem relação com pelo menos 45 doenças e é considerado um dos principais fatores determinantes das duas maiores causas de morte no Brasil e no mundo: doenças cardiovasculares e câncer.


Postar um comentário

0 Comentários