Feira de Santana inicia aplicação da Janssen e conta com ponto de vacinação na Uefs

 


Teve início na manhã desta terça-feira (6), a vacinação contra a Covid-19 pela primeira vez na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Além do local, Feira de Santana também iniciou a campanha no dia de hoje, utilizando doses da Janssen, vacina com dose única.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o secretário de Saúde Marcelo Britto, informou que as vacinas da Janssen estão sendo aplicadas em outros pontos de vacinação, não apenas na Uefs e destacou a importância da vacina, por não precisar tomar a dose de reforço.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

"Hoje estamos aplicando aqui na Uefs a vacina da Janssen, ela é dose única e as pessoas não terão a necessidade de retornar para tomar a segunda dose. Muitos foram pegos de surpresa aqui ainda na fila, porque não estamos mais anunciando previamente qual o tipo da vacina, para que não haja escolhas, mas garanto que ao chegar ao local, estas pessoas terão conhecimento do fabricante que será aplicado. Além da Uefs, nós temos outros pontos de aplicação com outros tipos de vacina e conclamo a sociedade feirense que não escolha as vacinas, faça uso daquela que está disponível", destacou.

De acordo com o secretário, mais de duas mil doses da Janssen foram enviadas para o ponto de vacinação instalado na Uefs.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

"Nós estamos aqui com 2.120 doses, é uma quantidade razoável e volto a dizer, não há a necessidade de retornar para tomar a segunda dose", disse ao Acorda Cidade.

Para o reitor da Uefs, Evandro Nascimento, este é um momento muito importante pela contribuição que o local está fornecendo a sociedade de Feira de Santana e ressaltou que a vacina contra a Covid-19, é o único meio para que as atividades possam ser retomadas de forma normal.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

"Nós estamos hoje aqui bastante satisfeitos por estarmos dando essa contribuição para a sociedade feirense, disponibilizando esse local, até porque a vacina é a única medida eficaz que nós temos para resolver o problema da pandemia. As pessoas precisam acreditar na eficácia das vacinas independente da marca, precisam ir aos postos e se vacinarem, porque esta é a única forma de poder retomar com as atividades normais em todos os seguimentos da vida", afirmou.

Para a realização da vacinação na Uefs, alguns itens foram solicitados com brevidade ao reitor, que segundo ele, prontamente foram atendidos para agilizar o processo da campanha contra a Covid-19.

"Já estávamos conversando com a Secretaria de Saúde e nos foi informado sobre a necessidade do espaço físico, os equipamentos de informática e tudo que estava em nosso alcance, disponibilizamos para que todo esse processo pudesse estar acontecendo no dia de hoje aqui na Uefs", concluiu.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Embora o processo de vacinação esteja acontecendo dentro das expectativas já esperadas, tanto pela direção da Uefs, quanto pela Secretaria de Saúde, quem precisou chegar até o local, passou por certas dificuldades.

A sinaleira que dar acesso ao pórtico da Universidade está com problemas há mais de quatro meses, segundo Alves Sena, que é vigilante da Uefs.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

"Infelizmente de uns quatro meses para cá, essa sinaleira faz vergonha, colocaram até um pardal ali, para vontrolar o trânsito na questão da velocidade no sentido centro da cidade, porém quem vem do centro para retornar, vindo aqui para Uefs ou Feira VI, passa por dificuldades justamente por conta da sinaleira. Existe um movimento muito grande dos veículos que vem sentido Serrinha e é necessário que haja algum tipo de providência, porque constantemente acontecem acidentes aqui, seja motoqueiro sendo atropelado, batida de carros, atropelo de pedestres, então é preciso verificar isso o mais rápido possível", disse.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários