Prefeitura prorroga medidas restritivas entre hoje e quinta-feira

 

Estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar no 2 de Julho
 

A Prefeitura de Feira de Santana prorrogou as medidas restritivas contra o avanço do coronavírus. A publicação consta na edição extra do Diário Oficial Eletrônico, nesta quinta-feira, 1º.
Entre hoje, 1°, e a próxima quinta-feira, 8, os estabelecimentos comerciais estão autorizados a funcionar, de acordo com escalonamento dos setores, e desde que sigam os protocolos de segurança.
 
O Toque de Recolher foi prorrogado e segue nesse período com restrições de locomoção noturna das 22h às 5h. Esta proibida a venda de bebida alcóolica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), durante o Toque de Recolher.

Bares

Os bares, restaurantes e similares continuam autorizados a funcionar, porém o decreto não informou o horário de fechamento, que tem sido meia hora antes do Toque de Recolher, neste caso, às 21h30.

Bebidas alcóolicas

Fica vedada a venda de bebida alcóolica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), durante o período do toque de recolher, das 22h às 5h, de 01 de julho de 2021 (quinta-feira) a 08 de julho de 2021 (quinta-feira).

DOIS DE JULHO 
 
Nesta sexta-feira, 2, (Independência da Bahia), está autorizado o funcionamento dos estabelecimentos comerciais. Conforme a publicação, não há  impedimento para pagamento de hora extra, assim como de qualquer outro adicional devido ou benefício.



Igrejas

De acordo com o decreto, em respeito à liberdade de culto, as celebrações e eventos religiosos serão permitidas até às 21h30, desde que garantidos o distanciamento e demais restrições estabelecidas nos protocolos de medidas sanitárias em vigor.

Eventos

Ficam suspensos os eventos e atividades com a presença de público, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como: eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamentos, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, eventos e solenidades quaisquer que sejam.

Durante a vigência deste Decreto, ficam proibidas as realizações de inaugurações de estabelecimentos comerciais com o incremento de eventos, promoções e/ou liquidações de produtos e/ou serviços.


Clique aqui e confira o decreto municipal na íntegra.
 
    

Postar um comentário

0 Comentários