Proprietária de veículo que invadiu bar na São Domingos é intimada a depor; carro foi encontrado em borracharia

 Proprietária de veículo que invadiu bar na São Domingos é intimada a depor; carro foi encontrado em borracharia

A proprietária do veículo que invadiu um bar da Rua São Domingos, no último sábado (12), em Feira de Santana, foi intimada a prestar esclarecimentos na 1ª Delegacia de Polícia do Complexo Investigador Bandeira, do bairro Jomafa.

O fato ocorreu por volta das 21h50. Uma mulher deu a marcha ré no veículo e atropelou várias pessoas que estavam sentadas na área externa do bar, que ficou completamente destruído.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

Toda a ação foi filmada por câmeras de monitoramento interno e as imagens rapidamente viralizaram nas redes sociais, inclusive mostrando pessoas ensanguentadas.

De acordo com a delegada Ludmilla Vilas-Boas, que acompanha o caso, a Polícia Civil está investigando o fato ocorrido no fim de semana e já conseguiu localizar o veículo utilizado pela acusada. O carro, segundo ela, estava em uma borracharia do bairro Olhos D’Água. Os quatro pneus do veículo foram furados por pessoas no estabelecimento, e a Polícia Civil busca saber quem efetuou a retirada do automóvel da cena dos acontecimentos.

“Nós estamos ainda nas primeiras investigações, uma vez que o fato se deu no fim de semana. Nós conseguimos localizar o veículo, inclusive com a ajuda dos nossos amigos da imprensa. O veículo se encontrava em uma borracharia no bairro Olhos D’Agua, e logramos êxito em recuperá-lo. Trouxemos para o Jomafa para que possa ser feita a perícia. Estamos com a autora do crime e o proprietário do bar intimados para o dia de hoje. Só que até agora ela não compareceu”, explicou ao Acorda Cidade.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

De acordo com a delegada, existe a suspeita de crime passional, entre outras versões, como a de embriaguez pré-ordenada e até em acidente. “Os fatos precisam ser melhor apurados, vamos ouvir as testemunhas e estamos empreendendo diligências para localizar vítimas que tenham porventura estado em hospitais. No Clériston, nós não encontramos, e estamos partindo agora para a rede privada. Estamos ainda nas diligências preliminares. Aguardamos a presença dessa senhora, senão será feita uma reintimação”, destacou.

Conforme Ludmila Vilas Boas, a polícia decidiu investigar a invasão ao bar da São Domingos, após diversos vídeos circularem nas redes sociais e a notícia reverberar na imprensa local.

“Nos sentimentos na obrigação de apurar melhor os fatos, inclusive apreender o veículo para garantir a realização da prova pericial. Essa não poderia ser perdida, uma vez que se o carro fosse consertado, nós não teríamos as evidências das práticas criminosas ocorridas nas denúncias nos vídeos que reverberam através do WhatsApp”, disse.

Segundo informações preliminares passadas à polícia, a motorista do veículo teria se embriagado naquele dia, e estaria por pelo menos três horas de relógio consumindo bebida alcoólica no interior do bar atingido, acompanhada de outra mulher.

“Mas somente as testemunhas presenciais do fato podem nos dar maiores esclarecimentos acerca disso. Por isso nós conclamamos, pedimos que quem tenha conhecimento, que esteve no local naquele dia e hora, que compareça de forma espontânea para ajudar a Polícia Civil a elucidar melhor esses fatos”, solicitou a delegada.

Sobre o fato de o veículo ter sido retirado do local, a delegada informou que a acusada ou outra pessoa a mando dela fez a retirada do veículo com um guincho. E a Polícia Civil para fazer a retirada do veículo da borracharia contou com o apoio da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), que disponibilizou um guincho para auxiliar no transporte do veículo até o Complexo do Jomafa.

A delegada destacou ainda que a depender das apurações, a mulher pode ser presa. “Temos que exaurir todos os meios possíveis para que ela compareça a esta delegacia, caso ela não venha teremos que tomar medidas mais drásticas. Vamos tentar entender a dinâmica do crime para indiciá-la neste ou naquele crime. A depender da situação será uma lesão corporal grave ou podendo ser diante do que se fala uma tentativa de homicídio, como também pode ser uma lesão culposa de trânsito. Tudo isso vai depender dos fatos que foram investigados ao longo do inquérito policial”, salientou.

Fonte: Acorda Cidade

Veja o momento em que o carro invade um bar na São Domingos e atropela clientes que estavam sentados no estabelecimento:

Postar um comentário

0 Comentários