Secretaria de Políticas para as Mulheres registra 161 atendimentos em duas semanas

 

Amparo às mulheres e familiares

Mulheres que têm seus direitos violados – além de familiares - podem buscar amparo jurídico, social e psicológico na Secretaria de Políticas para as Mulheres. Em menos duas semanas de implantado, o órgão municipal registra um número expressivo de atendimentos.

Segundo a titular da pasta, Gerusa Sampaio, alguns serviços que eram vinculados à Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), agora, estão integrados à Secretaria de Políticas para as Mulheres, como o Núcleo de Promoção de Direitos Humanos, que atende Idosos, Pessoas com Deficiência, LGBTQIA+ e Igualdade Racial.

Além deste, o Departamento Jurídico com atendimento de apoio à família e procedimentos criminais, e o CRMQ (Centro Referência Maria Quitéria), que funciona na rua Domingos Barbosa de Araújo, nº 495, Kalilândia.

“Com esses serviços em pleno funcionamento, a procura por assistência vem crescendo”, afirma a secretária. Nesse período foram prestados 161 atendimentos no total.

De acordo com Gerusa Sampaio cursos de capacitação também serão ofertados às mulheres que buscam apoio no órgão municipal. “Queremos proporcionar capacitações para que elas possam ser microempreendedoras conquistando sua independência econômica", salienta.

Ouça aqui o podcast. 



Postar um comentário

0 Comentários