Painel da OMS: Pandemia 'poderia ter sido evitada' se mundo tivesse agido antes

 Enfermeira sul-africana cuida de paciente internado com coronavírusEnfermeira sul-africana cuida de paciente internado após contrair a variante do coronavírus. Foto: Reuters


A pandemia de Covid-19 "poderia ter sido evitada" se o mundo tivesse agido mais cedo, apurou na quarta-feira (12) um painel independente nomeado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e liderado pela ex-primeira-ministra da Nova Zelândia Helen Clark e ex-presidente liberiana Ellen Johnson Sirleaf.

Em entrevista coletiva, Sirleaf disse: "Este é um desastre contínuo que acreditamos que poderia ter sido evitado. A evidência mostra que um surto se tornou uma pandemia devido a falhas, lacunas e atrasos na preparação e resposta. Isso se deveu em parte a uma falha em aprender com o passado."

O painel concluiu que a OMS deveria ter declarado uma emergência mais cedo e que agora são necessárias ações urgentes para prevenir outra pandemia. O relatório também disse que os atuais sistemas nacionais e internacionais em vigor "não eram adequados para proteger as pessoas da Covid-19" e que fevereiro de 2020 foi "um mês perdido".

"O tempo que levou desde a notificação de um grupo de casos de pneumonia de origem desconhecida em meados de dezembro de 2019 até a declaração de uma Emergência de Saúde Pública de Preocupação Internacional foi muito longo", diz o documento.

Prevenção de novas pandemias

O painel instou a comunidade internacional a se preparar para um futuro surto e evitar que se torne uma pandemia. Recomendou reformas como:

  • Deve ser estabelecido um novo sistema global de vigilância baseado na transparência total.
  • Esse sistema daria à OMS autoridade para publicar informações sobre surtos com potencial pandêmico imediatamente, sem a necessidade de obter aprovação e enviar especialistas para investigar o mais rápido possível.
  • Todos os governos devem investir na preparação nacional agora, pois será tarde demais quando a próxima crise de saúde pública chegar.

(Texto traduzido. Leia o original aqui.)


Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários