Nasa divulga foto inédita que mostra ‘energia violenta’ da Via Láctea

 Imagem inédita divulgada pela Nasa mostra ‘energia violenta’ da Via LácteaImagem inédita divulgada pela Nasa mostra ‘energia violenta’ da Via Láctea. Foto: Divulgação/Nasa


Nasa divulgou uma nova imagem detalhando a “energia violenta” no centro da Via Láctea, algo nunca antes visto e criado após duas décadas de pesquisas.

O panorama impressionante foi compilado usando dados do Observatório de Raios-X Chandra da Nasa e do rádio telescópio MeerKAT na África do Sul.

As imagens também documentaram um fio de raios-X conhecido como G0.17-0.41, que os pesquisadores dizem sugerir um mecanismo que poderia controlar o fluxo de energia e até mesmo a evolução da nossa galáxia.

“A galáxia é como um ecossistema. Sabemos que os centros das galáxias são onde está a ação e desempenham um papel enorme em sua evolução”, explicou o astrônomo Daniel Wang, da Universidade de Massachusetts Amherst, em comunicado.

Nossa própria galáxia é difícil de estudar, pois está obscurecida por uma névoa de gás e poeira. Mas os pesquisadores foram capazes de penetrar nessa névoa usando o Observatório de Raios-X Chandra, que vê raios-X em vez de luz visível.

A pesquisa, publicada na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society, dá a imagem mais clara até o momento de emissões de raios-X provenientes da área próxima ao buraco negro no centro da galáxia.

Os pesquisadores estavam especialmente interessados no fio de raios X G0.17-0.41, que, segundo Wang, "revelam um novo fenômeno".

"Esta é a evidência [da existência] de um evento de reconexão de campo magnético em andamento." O fio, segundo Wang, provavelmente representa "apenas a ponta do iceberg da reconexão".

Eventos de reconexão de campo magnético ocorrem quando campos magnéticos opostos são forçados a se unir e se combinar, expelindo muita energia. Esses eventos produzem auroras boreais e são responsáveis por fenômenos como erupções solares.

"É um processo violento", disse Wang.

Os cientistas agora acreditam que a reconexão magnética também ocorre no espaço interestelar e nos limites externos das plumas em expansão expulsas do centro de nossa galáxia.

(Texto traduzido; leia o original em inglês)

Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários