Mesmo com estoque crítico, vacinação continua nesta terça-feira

 

Feira depende de uma nova remessa de vacinas contra a Covid

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está com o estoque crítico de vacinas contra a Covid-19, o que torna difícil a ampliação de novos grupos prioritários. Desta forma, nesta terça-feira, 18, a depender da demanda, as doses podem acabar em algumas unidades. Feira depende de uma nova remessa de vacinas para normalizar a imunização e ampliar o público.

Amanhã (18), a aplicação da vacina contra o coronavírus estará concentrada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Centro Social Urbano (CSU), Centro de Saúde Dr. Leone Coelho Lêda (CSE) e em outras 21 Unidades de Saúde da Família (USFs). (Veja a lista no final da matéria).

As UBSs e USFs vão aplicar a primeira e segunda dose das vacinas Coronavac e Oxford em idosos a partir de 60 anos. Eles devem apresentar RG, CPF e comprovante de residência.

Nas UBSs também serão imunizados os trabalhadores do setor de transporte rodoviário, incluindo motoristas de vans, escolar (público e privado), de ônibus urbanos e intermunicipais, com 50 anos ou mais, além dos profissionais de limpeza pública com 40 anos ou mais. Também é necessário apresentar cadastro ou algum documento que comprove vínculo de atuação na área, RG, CPF e o comprovante de residência.

Ainda serão vacinados em primeira dose, nas UBSs e USFs, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência intelectual moderada e severa, incluindo autistas, entre 40 e 59 anos. Eles devem apresentar receita ou relatório médico, RG, CPF e comprovante de residência.

No caso das pessoas com deficiência intelectual moderada e severa, incluindo autistas, é necessário apresentar cópia do laudo que atesta o comprometimento de saúde e o comprovante de que é beneficiário do BPC - Benefício de Prestação Continuada.

Fluxo de vacinação

O fluxo de vacinação é dividido por data de nascimento. Das 8h às 12h estão sendo vacinados aqueles que nasceram entre os meses de janeiro a junho. Das 13h às 17h os que nasceram nos últimos seis meses do ano.

Grupos prioritários:

Trabalhadores da Saúde - A aplicação da primeira e segunda dose da vacina contra a Covid-19 continua sendo realizada, exclusivamente, na Unidade Básica de Saúde do CSU (Centro Social Urbano), bairro Cidade Nova. Para ser vacinado é necessário comprovar o vínculo de trabalho em uma instituição de saúde. Os autônomos devem levar uma autodeclaração que comprovem sua atuação na área.

Além disso, documento como identidade original com foto, CPF e comprovante de residência também são essenciais.  São considerados trabalhadores da saúde aquelas pessoas que atuam em clínicas, consultórios e entre outros locais que oferecem serviços de saúde.

Síndrome de Down e pacientes transplantados - Transplantados e pessoas com Síndrome de Down, ambos entre 18 e 59 anos, podem receber a dose da vacina exclusivamente em quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs), são elas: Cassa, Caseb 1, Irmã Dulce e Baraúnas, das 8h às 17h. Para ser vacinado é necessário apresentar receita ou relatório médico, RG, CPF e comprovante de residência.

Anemia falciforme - Pessoas com anemia falciforme, entre 40 e 59 anos, podem receber a primeira dose nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). É necessário apresentar relatório médico, RG, CPF e comprovante de residência.

HIV/Aids - Pessoas que convivem com o HIV/Aids, maiores de 18 anos, podem receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, no Centro de Referência Dr. Leone Coelho Lêda (CSE) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), das 8h às 17h. É necessário levar atestado médico ou receita com medicação contínua, RG, CPF e comprovante de residência.

Clique abaixo e confira a relação das Unidades de Saúde da Família e as áreas de abrangência:

    

Postar um comentário

0 Comentários