Dia do Brincar em Feira celebra ludicidade em contato com a natureza

 

Movimento celebrado no Brasil e em mais 40 países

Um convite para sair das telas e aproveitar a natureza ao redor da gente. O Dia do Brincar deste ano trouxe a possibilidade de encontrar ludicidade em todos os elementos da natureza. Durante todo o dia, crianças, adolescentes e até mesmo os adultos se envolveram com a temática e registraram nas redes sociais diversas brincadeiras. Este é o sexto ano consecutivo que a Secretaria Municipal de Educação adere ao movimento com a participação de diversas instituições e escolas públicas e privadas.

O Dia Internacional do Brincar é um movimento celebrado no Brasil e em mais 40 países. A cada ano, no dia 28 de maio, as instituições participantes reforçam o brincar como um direito da criança, conforme regulamenta o Estatuto da Criança e o artigo 31º da Convenção dos Direitos da Criança das Nações Unidas.

“Este ano, todos nós aproveitamos os elementos da natureza para nos divertir e lembrar que brincar é muito importante – encontrar diversão nos elementos que estão ao nosso redor, como a terra, a água, o ar e o fogo”, destaca a professora Candice Dantas, da equipe de Educação Infantil da Seduc. Ela lembra que a natureza “nos apresenta muitas possibilidades: brincar de comidinha na terra, de bolinha de sabão, de sombra e de pipa, entre muitas outras”.

As especialistas em Educação Infantil ressaltam que as possibilidades encontradas na natureza, assim como o ato de brincar, desenvolvem a imaginação e promovem conexões importantes para o desenvolvimento humano.

CONEXÃO COM A MEIO AMBIENTE

A secretária de Educação, Anaci Paim, lembra que o tema deste ano também favoreceu uma reconexão com meio ambiente, já que permitiu sair de casa e deixar um pouco de lado os equipamentos eletrônicos. “Foi uma possibilidade muito interessante para este ano, uma integração fantástica com a natureza. O mundo lúdico é vasto e desperta prazer, o prazer de brincar que pode ser tanto das crianças quanto dos jovens e adultos”, destaca.

Thiago Correia dos Santos, de 11anos, aproveitou o dia com a mãe brincando com terra. “Fizemos uma obra de arte com tinta e terra. Usamos cola, água e terra. Foi muito divertido! Saí do celular e do computador e fui brincar com a natureza, todos deveriam fazer isso. Não importa a idade”, convida o aluno do 5º ano da Escola Municipal José Raimundo Pereira de Azevedo.

A mãe de Thiago aprovou a iniciativa: “foi muito bacana porque o brincar faz parte da vida das crianças, além de ser um direito! Ao brincar a criança desenvolve algumas capacidades, como a atenção, a memória, a concentração e a imaginação. Amamos brincar na natureza”, conta Luciana das Dores Silva Correia que é pedagoga.

“As crianças entraram mesmo na brincadeira. Bastou a gente provocar e dar alguns elementos e eles encontram muitas possibilidades. É o mais bacana de ser criança”, atesta o professor Marcelo Cachoeira Araújo, docente da turma de Thiago.



Postar um comentário

0 Comentários