Dia do Brincar 2021 propõe a diversão ao ar livre

 

"Um brinquedo chamado natureza" é o tema este ano

Professores, gestores e coordenadores pedagógicos, das redes pública e privada, acompanharam ao vivo o lançamento em Feira de Santana do Dia Mundial do Brincar, nesta segunda-feira, 17. Durante a transmissão, no canal da Secretaria de Educação no YouTube, eles conheceram detalhes sobre o movimento que acontecerá no próximo dia 28. Este ano, o tema do Dia B é “Um brinquedo chamado natureza”.

Neste dia, todas as atividades das escolas terão como pano de fundo o direito ao brincar, que é um dos princípios legais da infância. Todos os estudantes serão desafiados a vivenciar e a compartilhar as experiências brincantes no seu turno de frequência à escola. Este é um movimento mundial ao qual a Secretaria de Educação de Feira de Santana se aliou desde o ano de 2016. Esta é, portanto, a 6ª edição – e a segunda no modo virtual, por conta da pandemia pela Covid-19.

A live contou com a participação da secretária municipal de Educação, professora Anaci Paim e das cofundadoras do Clube da Escuta, Jaíne Kelly e Tonya Vieira, com a mediação da professora Darlene Lima, da Divisão de Educação Infantil da Seduc.

A brincadeira na natureza proporciona experiências positivas, desenvolve o equilíbrio e a coordenação motora, previne o estresse e cria experiências. Segundo os especialistas, é uma questão de saúde, intervém no bem-estar físico e mental, além de ser um direito assegurado pelo artigo 31º da Convenção sobre os Direitos da Criança das Nações Unidas.

“Tratar das questões do meio ambiente influencia positivamente a relação com os ambientes que vivemos, como a escola, casa, rua, enfim os espaços da nossa convivência. Dessa forma, devemos levar esse exemplo, de cuidar, de conectar, pois assim propagamos para quem está ao nosso redor”, destacou a professora Anaci Paim, secretária de Educação.

 Sugestões para o Dia B

 

Para lembrar a conexão com a natureza em ação, foram apresentadas várias sugestões de atividades e brincadeiras que podem ser postas em prática no Dia do Brincar, como a criação de pincéis com galhos, jogo da velha com pedras, modelagem em argila, etc. Todas as escolas da Rede Municipal de Educação receberam um arquivo com essas e várias outras ideias para guiar as brincadeiras durante a participação no movimento.

“As crianças estão construindo memórias o tempo todo, os adultos também. Permita que isso aconteça! Faça experiências. A natureza não precisa de muito, está tudo ali, é só mudar o ângulo, a visão e deixar a criatividade fluir”, desafia a pedagoga Jaíne Kelly, do Clube da Escuta.

Jaíne e a médica pediatra Tonya Vieira criaram o Clube da Escuta, um ambiente que propõe às crianças a liberdade do brincar, com oficinas diversas e ao ar livre. Uma excelente oportunidade de conectar as crianças aos seus sentidos. Dessa forma, o Clube vem conseguindo gerar entretenimento longe das telas. As fundadoras trouxeram suas experiências com a instituição a fim de diversificar as atividades do Dia B.

Tonya enfatizou a importância dessas ações como fator fundamental para o bem-estar. “Foi uma honra receber este convite e falar sobre essa temática porque a saúde não é só ausência de febre, de cansaço, de sintomas, mas sim o bem estar. Com as brincadeiras e o contato com a natureza tudo se complementa e potencializa, pois a ludicidade é fundamental para a vida”, defende.

No Dia Mundial do Brincar, 28/05, os professores e escolas publicarão as atividades propostas aos alunos em suas redes sociais, compartilhando cada momento na hashtag #diadobrincaremfeiradesantana. Mas, não são apenas os estudantes que podem participar; qualquer pessoa que queira entrar na brincadeira pode compartilhar a sua vivência neste dia.



Postar um comentário

0 Comentários