Centro de Controle Operacional será entregue terça-feira, 1°

 

Mais de 300 câmeras com tecnologia avançada facilitam o serviço

Analisar as câmeras de monitoramento instaladas em todo o município e acionar os órgãos competentes em casos de roubo de veículos, assaltos ou tumultos faz parte da rotina da guarda municipal, Jaqueline de Santana, há seis anos. Ela atua no serviço de videomonitoramento da Prefeitura de Feira, que integra o novo Centro de Controle Operacional, a ser inaugurado no próximo dia 1°.

São em média 150 ocorrências atendidas por mês. As situações são captadas pelas mais de 300 câmeras de videomonitoramento instaladas no município e zona rural. Todas elas com tecnologia OCR (Optical Character Recognition), que permite o reconhecimento facial de infratores e possibilita a leitura de placas de veículos, auxiliando na identificação de automóveis roubados. Essas ferramentas ainda estão em fase de habilitação.

"É um sistema moderno, considerado um dos melhores da América. O centro de operações vai atuar em sistema integrado, onde vários departamentos darão uma resposta rápida às ações no município, garantindo a ordem e a segurança", destacou o secretário de Prevenção à Violência, Moacir Lima.

equipamento vai funcionar na avenida Francisco Pinto, bairro Pedra do Descanso. Além da Guarda Municipal, no local também atuam agentes da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT), que intervém os casos de acidentes ou infrações. A central de atendimento Fala Feira 156 também vai compor os serviços oferecidos pela unidade.

Segundo Jaqueline de Santana, com a mudança para a nova sede será possível dobrar a quantidade de operadores no serviço de videomonitoramento. "Temos oito operadores e nesta nova sede poderemos dobrar a capacidade, chegando a 16 ou mais, já que existe espaço para expandir. Essa mudança tem sido muito esperada", afirma.

O atendimento ao cidadão, cedendo imagens de assaltos, furtos e roubos em áreas de abrangência das câmeras também é feito, mas somente com o registro do boletim de ocorrência da Polícia Militar.

Para a comandante da Guarda Municipal, Cassia Dias, o investimento vai melhorar as condições para realização dos serviços nas ruas.

"As situações mais comuns atendidas pela Guarda são para manter ordem em tumultos ou manifestações, entre outras ocorrências recebidas pelo 156. Acredito que esta nova sede, que vai contar com modernos sistemas só vem a agregar", avalia.

Os últimos ajustes para a entrega do equipamento estão sendo feitos, como limpeza e mobília. O secretário Moacir Lima acredita que o investimento vai dar celeridade nas abordagens de infratores e prisões.

"Essa ferramenta transmite em tempo real o andamento das situações para abordagem e prisão dos elementos. Qualquer ato criminoso é possível fazer a abordagem, vai nos ajudar muito, não só os guardas como todo sistema de segurança pública no município", pontuou.

Ouça aqui o podcast.



Postar um comentário

0 Comentários