Ícaro Ivvin é o novo presidente do Fluminense de Feira

 


O ex-procurador geral do município de Feira de Santana e advogado Ícaro Ivvin é o novo presidente do Fluminense de Feira e deve gerir o clube até dezembro deste ano, para completar o mandato anterior, marcado por duas renúncias, a do Pastor Tom e de Deraldo Conceição.

A eleição em chapa única ocorreu no início da noite desta terça-feira (20) no Estádio Joia da Princesa, com a presença de vários torcedores.

Fotos: Paulo José/Acorda Cidade

Ao Acorda Cidade, Ícaro Ivvin, que assume o cargo como presidente tampão, nomenclatura usada pelo fato de o mesmo estar completando os oito meses restantes de um mandato, declarou que fará prestações de contas mensais aos torcedores e a população e buscará melhorias para o time.

Segundo ele, a paixão pelo clube e a paixão dos torcedores o motivaram a dispor seu nome para apreciação.

“Tivemos um jogo difícil no domingo e ainda assim eu vejo a garra e a força do torcedor e o que nos motiva é exatamente isso. A paixão pelo time, a paixão por um time que representa Feira de Santana e a vontade de colaborar dentro das nossas limitações para que o time possa crescer, possa voltar a sonhar. Esse é o objetivo, com propostas e objetivos pé no chão. Primeira coisa a fazer é tentar arrumar a casa fora do campo administrativamente, mais transparente, com prestação mensal de contas aos torcedores e a população, e dentro de campo começarmos a investir melhor em nossa divisão de base, investir numa melhor estrutura para o clube para que a gente possa paulatinamente tornar o clube cada vez maior”, declarou o novo presidente do Touro do Sertão ao Acorda Cidade.

No último domingo (18), o time perdeu em casa para o Doce Mel por 2X1 pela oitava rodada do Campeonato Baiano, e encontra-se no décimo e último lugar. Se o campeonato terminasse hoje ele estaria rebaixado. Para que isso não aconteça, o Touro precisa vencer o Vitória, na última rodada, no Barradão, e torcer por tropeços do Doce Mel e Vitória da Conquista.

Questionado se acredita que seja possível reverter essa situação, Ícaro Ivvin disse que sim, embora seja matematicamente muito difícil.

Primeiro ato como presidente é novo treinador

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Como primeiro ato no cargo, Ícaro disse que pretende dialogar com a torcida, apresentar sugestões de nomes para torcedores, uma vez que o time está sem treinador, e montar a diretoria.

“Vou chamar a torcida para conversar, montar a diretoria e a partir daí começar os trabalhos. Tive a informação extraoficial de que o técnico, no dia do jogo, já pediu pra sair, vamos apresentar alguns nomes e o debate deve ser coletivo. É esse o novo espírito que a gente visa implantar”, declarou Ícaro, que não quis antecipar os nomes.

“Já existem nomes ventilados para a diretoria. A ideia da diretoria vai ser amor pelo clube, capacidade, experiência e técnica e também a capacidade de se dedicar ao clube. O nome que posso falar com tranquilidade porque está meio que celebrado é para diretoria jurídica, que é o advogado Péricles Novais, e temos um convite estabelecido para a musa do time assumir a diretoria sócia. Os demais nomes prefiro esperar um pouco”, concluiu.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade


Conselheiro do time e ex-presidente do Fluminense Hércules Oliveira disse que a eleição ocorreu de forma irregular. Ele acompanhou o processo e se recusou a participar da votação. Além disso, Hércules declarou que o advogado Ícaro não conhece o estatuto do time. Na opinião dele, deveria ter ocorrido uma eleição geral, para evitar que uma nova eleição precise ser realizada em oito meses.
 

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários