Revista Subterrânea detalha cenário musical alternativo de Feira

 

Edição virtual pode ser acessada no Instagram

O lançamento foi um sucesso e a edição impressa da Revista Subterrânea já está disponível para distribuição em bibliotecas e escolas públicas de Feira de Santana. A primeira edição traça um mapa musical da cena alternativa na cidade entre os anos 2000 e 2020.

Foram catalogadas 50 bandas em fichas técnicas, além de informações sobre a trajetória de grandes nomes que fizeram parte do cenário underground local. A edição virtual, lançada dia 25 do mês passado em live pelo YouTube, no canal da Revista Subterrânea - pode ser assistida através do link @revistasubterranea via Instagram. 

O projeto tem apoio financeiro da Prefeitura de Feira, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), por meio da Lei Aldir Blanc - como ficou conhecido o auxílio emergencial para o setor cultural na pandemia da Covid-19.

As entidades e espaços culturais selecionados e aprovados para receber subsídios têm até o dia 15 de abril para cumprirem o cronograma de apresentações dos projetos. Até o dia 31 de dezembro do ano passado, 90% dos proponentes receberam recursos, totalizando aproximadamente R$ 3,8 milhões.

Postar um comentário

0 Comentários