Produtos fresquinhos e preço bom no Centro de Abastecimento

 

Consumidor encontra variedade de itens do caruru e vatapá

A tradição de comer peixe na Semana Santana movimenta o Centro de Abastecimento. Por lá, as peixarias estão preparadas para receber a clientela. Uma boa notícia para os consumidores é que os preços estão estáveis.

Entre os peixes mais procurados, a corvina está custando entre R$ 16 e R$ 18, o quilo; a tilápia e a traíra também estão com preço bom. O quilo sai por R$ 18. Já o quilo do vermelho R$ 37 e o bacalhau é vendido entre R$ 38 e R$45, o quilo.

Opções para quem gosta de marisco também não faltam. A mariscada custa R$ 30; o siri catado R$ 35; o sururu R$ 25, e o tucunaré está saindo por R$ 20, o quilo.

Os consumidores que vão à procura dos itens para fazer o caruru e o vatapá se deparam com produtos fresquinhos. Na Barraca Ajaiô, o quilo do camarão seco pode ser encontrado por R$ 30, o médio, e R$ 40, o tamanho maior.

O litro da castanha sai a R$ 20; o litro do azeite de dendê R$ 12; a garrafinha do leite de coco R$ 7. A unidade do gengibre é encontrada a R$ 2 e o litro do amendoim R$ 10.

“A Semana Santa é um tempo que temos que respeitar e, por isso não abro mão de comer o pescado. No Centro, além de preço bom, a gente encontra variedade no pescado”, disse o aposentado Bartolomeu Simplício.



Postar um comentário

0 Comentários