Polícia apura morte de jovem de 18 anos durante relação sexual em SP


A polícia investiga a morte de uma jovem de 18 anos, mãe de uma criança de dois meses que, segundo o marido, teria morrido após ter relações sexuais com ele, ontem. O caso aconteceu na residência do casal, no bairro Jóquei Clube, em São Vicente, litoral de São Paulo.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Sede de São Vicente, Vitória Castro teria desmaiado durante uma relação sexual com o marido na madrugada, conforme ele relatou à polícia. Apesar de o resgate ter sido acionado logo após a vítima passar mal, a jovem faleceu ainda na residência.

O policial que atendeu a ocorrência informou que estava realizando o patrulhamento de rotina quando, por volta da 1h40, foi acionado pelo COPOM a comparecer ao endereço do casal na região periférica de São Vicente. "Morte suspeita" seria a razão do chamado.

Ao chegar ao local, o policial ouviu do pai de Vitória que ele havia recebido uma ligação do genro, que lhe contou que a filha havia desmaiado no banheiro, e solicitou sua presença. O pai, ao chegar à residência do casal, encontrou o genro abraçado à jovem, quando então pediu que ele se retirasse dali. Em seguida, teria acionado a Polícia Militar e o SAMU.

Aos policiais, o pai de Vitória informou que a jovem não fumava, não bebia e nem ingeria drogas. Ela era mãe de uma criança de apenas dois meses. Ao chegarem ao local, os técnicos do SAMU constataram que a jovem aparentava já estar sem vida.

Uma ambulância também foi chamada ao local e o médico que atendeu a ocorrência atestou o óbito, mas não a causa da morte. Ele também deixou registrado que a jovem não aparentava possuir marcas de agressão.

O marido da jovem informou ao delegado de plantão que, após ter relações sexuais com a esposa no quarto, se dirigiu ao banheiro para tomar uma ducha. Ele então chamou a esposa para acompanhá-lo. Quando estavam tendo relações novamente, Vitória deu um suspiro e desmaiou, também de acordo com o marido.

A Polícia Civil informou que foram solicitados exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico Legal (IML). Não há previsão de divulgação dos resultados. O caso foi registrado como morte suspeita na Delegacia Sede de São Vicente e encaminhado ao 2º DP do município, onde será investigado.


Fonte: UOL

Postar um comentário

0 Comentários