Parque de Exposições passará por revitalização para atrair mais eventos após a pandemia

 


O Parque de Exposição João Martins da Silva, muito conhecido pelos grandes eventos que já sediou no município, deverá passar por um processo de revitalização com uma ampla reforma, atendendo também outros públicos, como do esporte e entretenimento, não só da área agropecuária.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o secretário de Agricultura da cidade, Pablo Roberto, informou que durante esta semana foi realizada uma reunião junto com o prefeito e representantes da concessionária que administra a BR-324 e Via Bahia, sobre o novo projeto para o Parque de Exposições.

"Nós tivemos uma reunião no gabinete do prefeito com alguns secretários, representantes da Via Bahia, onde naquela oportunidade, tratamos sobre o acesso ao Parque ali às margens da BR-324. Realizada essa reunião, fizemos uma visita técnica no Parque, onde estavam presentes os secretários Brito e Sérgio, o superintendente Vianey também e conversamos sobre o que pensamos para o novo Parque. O espaço deverá passar por um processo de revitalização muito forte, uma ampla reforma, um Parque que possa ter uma sintonia com outros movimentos da cidade, a exemplo do esporte, da atividade física. Estamos com essa esperança para que de fato, o nosso Parque de Exposições possa estar à disposição da população de Feira de Santana durante todo o ano, não apenas em eventos pontuais", explicou.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

De acordo com Pablo, o município possui o interesse em organizar o principal acesso ao Parque pela BR-324, sem prejudicar a via federal.

"O acesso foi o ponto principal que conversamos com a Via Bahia. Temos o interesse em organizar aquele acesso, porque realmente quando aconteciam os eventos, como Expofeira, existia filas quilométricas e atrapalhava um pouco a região. O prefeito também pontuou sobre a passarela que foi feita pela própria Via Bahia, o que complica o recuo da via, mas isso ficou para ser discutido com os superiores da concessionária. Durante a Expofeira, o município alugou um terreno para viabilizar o acesso das pessoas ao Parque pela Avenida Nóide Cerqueira, mas o acesso principal, sempre foi pela BR, e por isso ficamos nesse aguardo, porque hoje temos uma liminar que foi movida pela PFR que proíbe a realização de eventos, então é necessário que a prefeitura realize adequações. Mas desde já, estamos pensando em preparar o Parque como um todo, tanto do acesso, como também as dependências, dando uma maior acessibilidade a outros eventos, não só da agropecuária", disse ao Acorda Cidade.

Para o secretário, a estrutura do Parque é muito antiga e necessita de uma ampla reforma para começar a receber outros eventos que já fazem parte da cidade.

"O Parque tem muitos anos que foi construído, aquele padrão arquitetônico não tem mais a sintonia nos dias atuais para a realização de grandes eventos. O espaço hoje não pode ser construído apenas para receber a Expofeira, tem que se pensar em receber outros eventos a exemplo de uma exposição de carros antigos, uma exposição de cervejas artesanais. Queremos que este espaço também se transforme em um ambiente onde as pessoas possam fazer piqueniques, um complexo esportivo, onde exista a possibilidade de pedalar, praticar outras atividades físicas, então estamos pensando em tudo isso, reunindo novas informações para que dentro de pouco tempo, o prefeito possa fazer a apresentação para toda a sociedade", afirmou o secretário ao Acorda Cidade.

Ainda pode ser muito cedo para falar em Expofeira 2021, mas de acordo com Pablo, caso 50% da população já esteja vacinada até o mês de junho, é possível começar a montar planos para o evento.

"O que o prefeito tem dito e estamos cientes disso, é que depende muito do processo, desse avanço da vacina. O prefeito nos orientou que caso 50% da população esteja vacinada até o mês de junho, possamos fazer o desenho da Expofeira. Claro que alguns processos levam tempo, mas já começamos a tratar sobre isso, discutir o assunto, buscar parceiros, estamos inclusive estudando uma possibilidade de atrair uma parceria para a realização da Expofeira, onde a prefeitura não precise desembolsar uma grande quantidade de recursos, onde a iniciativa privada também possa participar do projeto de forma mais forte, mas estamos discutindo e analisando com calma todas essas possibilidades", concluiu.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários