Governo da Bahia projeta novo auxílio a famílias de estudantes da rede estadual

 


Além do vale-alimentação estudantil, que é garantido a todos os alunos matriculados na rede estadual de ensino, o Governo da Bahia quer oferecer outro auxílio às famílias carentes dos estudantes. Durante a aula virtual que marcou o início do ano letivo 2020/2021, nesta segunda-feira (15), o governador Rui Costa disse que irá se reunir com as secretarias estaduais da educação e da fazenda para ajustar o Projeto de Lei que deve ser encaminhado à Assembléia Legislativa da Bahia ainda nesta semana.

“Nós sabemos que estamos com várias atividades, ou parcialmente paralisadas ou totalmente paralisadas, ou mesmo aquelas que não paralisaram, mas as pessoas eventualmente diminuíram sua renda naquela cidade que não parou, pois tem um pai ambulante, ou mãe ambulante. O serviço não parou, mas não está conseguindo a mesma renda que tinha antes. Então nós vamos essa semana mandar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa pra apoiar as famílias que têm baixa renda e estão na faixa da extrema pobreza no estado com uma renda complementar, a partir dos cadastros que nós temos de matrículas e isso vai ser condicionado a seus filhos estarem acompanhando as aulas em todo o estado”, afirmou Rui Costa.

Segundo Rui Costa, cerca de 300 mil famílias devem ser beneficiadas com o auxílio no estado. “A gente vai ver a forma, podemos usar o próprio cartão que os alunos já têm. Vamos fechar isso hoje em uma reunião com a Secretaria da Fazenda e da Educação. É mais um apoio para as famílias que passam esse momento com dificuldade, e está condicionada à frequência escolar , ao aluno na escola pegar o material e enviar, então nós vamos ter uma forma de acompanhamento.”

Postar um comentário

0 Comentários